quinta-feira, 13 de julho de 2017

Será que o governo de rafael diniz é mentiroso ou incompetente, ou as duas coisas...?

Examinando a cópia do contrato de cessão de crédito celebrado entre a PMCG e a CEF, enxerguei um detalhe interessante...

É que a CEF e a PMCG, possivelmente para que essa última pudesse impedir que a cessionária (CEF) sobrecarregasse seus resgates de direitos adquiridos (royalties) e inviabilizasse a gestão orçamentária e administrativa da primeira, pactuaram um cronograma anual de desembolso...

Até aí tudo bem...

Mas em uma das cláusulas, o contrato manda que atingindo tal montante, ou seja, a CEF recebendo tudo de uma vez ou concentrando seus resgates no início do ano fiscal, esses resgates estariam suspensos até a próxima etapa do cronograma...


Ou seja: todo esse quiprocuó da PMCG e seus "jênios jurídicos" só serviu para...nada! Bastava invocar o contrato...

E mais, colocou a administração e o Banco do Brasil no pólo passivo de uma possível e futura ação criminal (por apropriação indébita) e de improbidade administrativa...

Vejam a cláusula terceira do contrato:



Pois é, o prefeito "bateu a carteira" da CEF e está gritando pega-ladrão com a ajuda da mídia de aluguel...



























11 comentários:

Anônimo disse...

Depois desse destaque, sinceramente não digo que somente o Poder Executivo Municipal é dotado de incompetência gritante, mas a própria Câmara Municipal que está com esse mesmo discurso. Uma simples questão, como bem colocada por você Douglas joga uma pá de cal no papo furado que vem sendo ventilado. Perfeita a matéria.

douglas da mata disse...

Mistura de preguiça, arrogância e má fé...pode ser pior?

Anônimo disse...

Entendo que essa clausula determina que só pode 'pegar' 175 milhões por ano. É isso?

douglas da mata disse...

Sim, 175 milhões a cada ano entre 2016 até 2020.

Os valores da tabela se referem a quantidade de barris por mês a serem convertidos pela cotação atualizada...

O barril é o indexador, ou seja, se subir, a CEF vai desembolsar menos barris até atingir o valor limite anual, já se o valor baixar, ela fica com menos do limite...

Anônimo disse...

Concordo com você, pois essa mistura citada no comentário é o que deixa a cidade no estado lamentável em que se encontra. E o pior de tudo é ver o discurso do Executivo ser propagado pelos quatros cantos, por aqueles que lhe cercam, vendendo algo que não condiz com a verdade. Douglas, você acha que isso ainda vai piorar mais? Abraço

Anônimo disse...

Pois é meu caro e você com seu modesto blog conseguiu descobrir o que Garotinho e seus correligionários não descobriu.

Essa da "mídia de aluguel" foi muito boa, mas se "a mala" começar atrasar ou parar de chegar, a latrina editorial vai começar a meter o pau no prefake.

É aquela velha história: aqueles mesmos que constroem o cara também destroem...

Adriana Siqueira disse...

Muito claro....
Este papel de bonzinho do prefeito e de vítima na verdade é um grande mentiroso e incompetebte

Azevedo disse...

Falta adjetivo para definir esse grupelho.

Anônimo disse...

Douglas, explica em poucas palavras a CPI das Rosas.

Obrigado

Anônimo disse...

Douglas, hoje, domingo, dia 16 de julho de 2017, o grande procurador do Município de notável saber jurídico deu uma entrevista a latrina editorial, o jornaleco que ele tinha uma coluna até ano passado e que chegou até a declarar o seu voto a Rafael Diniz durante o período eleitoral que na minha visão não deixa de ser uma propaganda irregular.

Com certeza essa entrevista de hoje foi pautada, combinada, tipo "eu pergunto isso e você responde aquilo...". Em certo trecho da entrevista ele diz: "...A experiência administrativa só vai pegando mesmo na prática".

Então deduzimos temos um procurador do município fazendo ESTÁGIO na Procuradoria, além do povo ter ido as urnas para eleger um rapaz para fazer estágio para aprender a ser prefeito com dinheiro que a gente paga imposto.

Um abraço.

douglas da mata disse...

CPI das Rosas é, majoritariamente, uma cortina de fumaça...mas também serve a outros objetivos subsidiários, mas não menos importantes...

Uma investigação SEMPRE oferece a chance de extorquir adversários e aliados, seja por apoio e/ou silêncio, seja por outras vantagens mesmo...