quinta-feira, 18 de maio de 2017

Muita calma nessa hora...

Em momentos como esse, é preciso, como sempre, separar o joio do trigo...e haja joio...

Primeiro é bom afastar os cretinos da mídia comercial, que desde muito tempo vêm blindando os que hoje foram pegos com a boca na butija...

Foi essa mídia, junto com esses canalhas, que deram o golpe no país...

E os motivos do golpe não desaparecem com temer o écinho nariz de tamanduá, ou com sua irmã eminência parda...

Tudo o que supostamente é tido como "surpresa" já é de conhecimento desses vermes da mídia faz tempo, inclusive porque é a mídia uma das pontas desse esquema de desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro que alimenta a plutocracia na qual se transformou nosso sistema representativo...

É preciso saber divisar quem é quem, e essa tarefa é difícil, porque os ratos são os que abandonam o navio primeiro, e tentam se misturar na multidão...

O que aconteceu em 2013 não pode se repetir hoje...

O vazamento de ontem é o prenúncio do golpe dentro do golpe, uma justificativa que arrasa a terra política, para vender a facilidade de outra interinidade ou eleição indireta, cassando o candidato favorito de 2018, Lula...

Aliás, não me espantaria saber, quando a História contar a história dos dias de hoje, que foi justamente a enrabada que Lula deu no juizeco de Curitiba que precipitou os fatos, e lançou todos ao cadafalso...

Não cabe nos unirmos aos urubus de antes que pisoteavam reputações, ainda que saibamos que em nada se comparar Dilma com temer, ou Lula com áecio...

Porém, não posso comemorar a vitória de um estado policial, de uma ditadura juristocrata...

Claro que dá certa satisfação olhar a cara dos paneleiros imbecis, dos canalhas coxinhas e todos os cínicos que bateram bumbo na praça...

O que assusta é a reação dessas mulas...

Decepcionados quando confrontados com suas imagens de estúpidos no espelho, tendem a buscar conforto em saídas ainda mais autoritárias...

Os movimentos de Diretas Já necessitam reivindicar a dissolução total do Legislativo e Executivo, com eleições GERAIS, e convocação de Assembleia Nacional Constituinte...

Ouso dizer que as instâncias superiores do Judiciário deveriam ser suspensas...

Nenhum presidente eleito governará esse país (se for do campo progressista), caso permaneçam intactas as estruturas que assediam a sua representatividade, leia-se aí o Parlamento capturado pela grana e o Judiciário idem...

Sem isso, cairemos nos mesmos lugares de outrora...e a mão que balança o berço (os interesses dos EUA) continuará incólume...

9 comentários:

Anônimo disse...

....apesar de pensadores assemelhados a esse inteligente escriba, parece que de nada valeram os mais de 13 anos à frente da nossa Pátria Varonil (não é um mote, entenda, para rimas indecentes) do Partido dos Trabalhadores. Não se conseguiu reformar, nem mudar nada.

Anônimo disse...

http://www.conjur.com.br/2017-mai-19/limite-penal-entenda-golpe-mestre-joesley-jbs-via-teoria-jogos

Anônimo disse...

A gravação publicada nesta quarta-feira à noite pela TV Globo não deixa margem a dúvidas. Os donos do golpe iniciaram a demissão do homem contratado para levar adiante o impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff.

A luta contra o golpe de Estado reduziu a pó o governo golpista. Sua popularidade tornou-se uma quantidade negativa. Suas “reformas” contribuíram para a ampliação do repúdio aos golpistas e para a revolta da população. A economia continua em queda livre com quase 14 milhões de desempregados e 9 milhões de subempregados. A greve do dia 28 e o movimento que colocou a Lava Jato em xeque completam o quadro de decomposição do governo e do regime.

Estes fatores, no entanto, não foram os que determinaram a queda do governo e sim o fato de que Temer mostrou-se incapaz de controlar uma peça chave do atual processo político: o Congresso Nacional e aprovar as medidas exigidas pelos donos do golpe. Nestas condições, tornou um peso morto, sem mencionar que se trata de um enorme fator de risco.

Pego, como se diz, “com a mão na massa” e atacado pela onipotente Rede Globo, Temer terá agora que ser substituído, seja por um impeachment no Congresso, seja pelo TSE ou qualquer outro meio que seja mais prático para os donos do regime.

Quem tem a iniciativa no jogo continua sendo a direita golpista, ou seja, os representantes oficiais da grande burguesia.

A burguesia se lança a uma segunda etapa do golpe. Seu objetivo é colocar nos trilhos a economia, ou seja, impor um pesadíssimo tributo às massas trabalhadoras para ganhar um fôlego no lento processo de destruição da economia nacional pelo imperialismo. Essa reorganização econômica é um aspecto chave para controlar a crescente rebelião popular.

douglas da mata disse...

Comentarista niilista da Pátria Varonil,

Primeiro é bom aproveitar a rima e lhe mandar a puta que te pariu...

Como assim não mudou nada????? Então, se tudo estava igual, se todos os interesses estavam à salvo, por que o golpe????

Ora, beócio, nenhum imbecil, por mais quadrúpede que seja, cairá mais nesse tipo de armadilha:

O PT jogou o jogo dentro dos limites da institucionalidade, cometeu zilhões de erro (o principal foi não extrapolar esses limites), mas dizer que nada mudou é coisa de cretino...

Contrabandear esse conservadorismo com elogio ao editor do blog não funciona, vaidade é bom se tomada na dose certa, semovente...

Anônimo disse...

Globo quer Carmen Lúcia pra renovar o golpe


http://altamiroborges.blogspot.com.br/2017/05/globo-quer-carmen-lucia-pra-renovar-o.html

Anônimo disse...


O ponto central é que a operação resolvia dois problemas simultaneamente. Do lado da JBS, a possibilidade de limpar a área no Brasil e acertar o acordo de leniência com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, conseguindo se transformar em empresa norte-americana.

Anônimo disse...


A aposta em Henrique Meirelles é furada. Desde 2.010 repousa nas gavetas indevassáveis da PGR um inquérito contra Meirelles por crime tributário (https://goo.gl/z5BVWz). Ele faz parte da geração de filhos de Anápolis, que inclui, entre outros, a família Batista e Carlinhos Cachoeira.

Anônimo disse...


Um dia depois da divulgação das conversas, na calada da noite, entre o presidente Michel Temer e o proprietário da JBS, Joesley Batista, fica claro como os oligarcas golpistas pretendem seguir adiante. O grupo luta com todas as forças ao seu alcance para manter Henrique Meireles na condução da economia, juntamente com outros burocratas dos mais diversos escalões, para dar continuidade às reformas em curso, perniciosas para os trabalhadores.

Anônimo disse...

O Jornal Nacional e a Globo News demoliram Temer, que é um cadáver em estágio terminal na UTI.

Mas a guerra da Globo é contra os subalternos: eleição indireta + continuação das reformas selvagens + destruição do Lula em seguida.

O negócio deles é a continuidade do golpe.