sexta-feira, 26 de maio de 2017

E na terra dos filhotes da cachorra de guarus: vereador que ser juiz, e e juiz quer ser...bem, deixa pr'á lá...

Esse blog já gastou laudas e laudas atacando a judicialização da política e a partidarização do judiciário...

Desnecessário repetir toda essa cantilena...

Pouca coisa me choca...muito pouca coisa...

Mas confesso que me surpreendeu a cara-de-pau (para não dizer outra coisa) do vereador marcolão do posto ao tratar o caso do vereador magal...

Não vou entrar em salamaleques "jurídicos", até porque, sabemos todos que sempre há um advogado/procurador e um parecer adequado, dependendo de quem paga...

O problema são os sinais, os detalhes, onde se esconde o diabo...

Também sei que cada caso é um caso, mas não há como tentar escapar da (falta de) coerência...

Ora, porra, com magal que pulou a cerca, todo cuidado e rigor garantista constitucional, e com os demais????

Pois é...

Assombra também o judiciário "fingindo de morto" em relação ao "impasse"...

Se fosse vereador que não rezasse na cartilha do neto do avô, com certeza já teria sido requisitado "apoio policial" para extrair os parlamentares recalcitrantes...

Pois é...e mais uma vez, princípios, Estado de Direito, vai tudo para as picas...



Um comentário:

Unknown disse...

Adoro esses comentários são muito coerentes