quinta-feira, 25 de maio de 2017

A extorsão exaurida...

Depois de consumar a extorsão com o sequestro dos salários e outras verbas dos servidores do Estado do Rio de Janeiro, o cretino que atende pela alcunha de pezão exauriu ontem o seu assalto aos funcionários públicos, junto com o chefe de quadrilha identificado como picciani, com apoio de outros tantos cúmplices, incluindo aí lacaios-deputados que são daqui dessa merda de cidade, nomes os quais tenho o nojo de repetir, mas todos sabem quem são...


No que depender de mim, a sociedade e os governos eleitos por ela, não terão um milímetro sequer do  meu esforço como policial...

Que se FODAM!!!!!

A dedicação anterior, horas trabalhadas em casa (DE GRAÇA), operações policiais organizadas, minha internet para trabalhos policiais, quilômetros de escutas transcritas, enfim, tudo aquilo que fazemos por acreditarmos que o serviço público é uma das últimas cidadelas da civilidade...vai tudo para o CARALHO...!!!

Não fui eu que arrombei o PREVIRIO, não fui eu que desidratei os cofres do Estado, mas mesmo assim, vou pagar a conta...

Só que não pagarei sozinho...

A partir de hoje, FODA-SE quem depender de mim em relação às minhas funções, que serão resumidas ao mais pachorrento e monótono tramitar burocrático!

FODAM-SE!!!!

6 comentários:

Anônimo disse...

Ombros amigos....da mesma forma em que arrombaram os Fundos de Pensões (boa parte nos últimos 10 anos de governos) Funcef, Petros, Postalis, etc, onde também os seus beneficiários terão que pagar a conta. Daí a avaliação desapaixonada de que defesas fidelizadas de determinados políticos e governos não mereçam tanta fidelidade. As cenas de Cabral e Lula juntos nos sinalizam um consolo...Nos abracemos e choremos...

Anônimo disse...

Se eu entendi,o nobre policial vai nos penalizar por conta da ROUBALHEIRA​ do desgoverno do RJ e seus cupinchas? Nós, cidadãos fluminenses somos vítimas como você!

Anônimo disse...

Além disso tudo o campista é marrento, degradador, desonesto, capacho,porque não, fascista para caralho ou seja merece tudo o que está passando, o inferno é aqui.

douglas da mata disse...

Desprotegido(a) das 08:06,

Danem-se os cidadãos fluminenses, chamem o batman...

Eu não tenho poder de penalizar ninguém, assim como nenhum outro servidor...

A bem da verdade, se não fosse nosso esforço além do que nos é pago, a situação já estaria bem pior faz tempo...

Vivemos improvisando, trabalhando além da hora, arriscando-nos, enfim, cobrindo até como nosso dinheiro as falhas do governo...

De minha parte, só farei minhas tarefas dentro dos limites burocráticos, e sem tentar corrigir erros que não são meus...

Agora chega: cada um por si, quem sabe vocês aprendem a escolher melhor...?


Ao outro imbecil:

Fiote, não sou ingênuo e nem faço a defesa impensada de ninguém...faço a defesa e crítica de modelos que atendem mais ou menos gente...

Cite aí um fundo de pensão dilapidado no governo Lula, ou Dilma, e mais, cite aí um único dia de atraso ou de cassação de direitos causados pelas decisões de Lula ou Dilma...

Anônimo disse...

Oh... Será que agora a polícia civil fluminense deixará de ser tão eficiente? A taxa de resolução de homicídios vai despencar!! A população fica muito preocupada.

douglas da mata disse...

Animal de rabo, esse tipo de provocação não cola por aqui...

Esse blog tem vários textos analisando o papel da polícia civil (e da militar) no contexto brasileiro...

Só idiotas (como você) engolem a patacoada vendida com ares (pseudo) científicos das matérias das pocilgas editoriais, que alegam a baixa resolutividade dos crimes de homicídio...

Arf, eu não aguento mais tanta imbecilidade travestida de "erudição"...

A polícia, como todo e qualquer serviço de Estado, é SELETIVO, cretino, SELETIVO!

Quando há um homicídio que mobilize as camadas superiores da estrutura social, a resposta da polícia é imediata.

A alta taxa de homicídio que temos é fruto de uma política deliberada de extinção de pobres, que acontece com o beneplácito e consenso da sociedade (infelizmente, de cima até a parte de baixo)...

Sem mencionar que boa parte dessas mortes acontecem em decorrência do próprio modo de policiamento nas periferias...

Não se trata de eficiência, mas de escolha, seu débil mental!!!