quinta-feira, 20 de abril de 2017

Na terra dos filhotes da cachorra de guarus, o lixo é um luxo...!

Resultado de imagem para greve da coleta de lixo em nápolis

Primeiro é bom que se diga:

Os contratos de coleta de lixo são verdadeiras caixas-pretas das administrações municipais...e aqui em Campos dos Goytacazes não foi diferente...

O governo do telhado de vidro abraçou o ramo da Queiroz e Galvão (Vital Ambiental) com um contrato bilionário (500 e tantos milhões) e nenhum outro governante teve a coragem de mexer nessa mamata...

Os motivos parecem óbvios...

Então, a grita do pessoal da lapa contra o aditivo ilegal para varrição e manutenção das praças é, no mínimo, incoerente...por outro lado, o fato de terem o rabo preso não elide o conteúdo do que eles noticiaram...

A coleta de lixo é um dos gargalos de todas as administrações públicas faz tempo, e em toda parte do mundo, quer um exemplo?

A crise do lixo em Nápolis, em 2007/2008, cujas circunstâncias revelavam o poder da máfia sobre tais contratos públicos...

Leia na matéria da BBC, à época dos acontecimentos...

E por que o lixo é um alvo predileto dos esquemas de poder? 

Ora, porque é um serviço de medição inconstante, de difícil fiscalização, e que a simples ameaça de interrupção leva o caos às cidades...

Por esse motivo, o aditivo do contrato patrocinado pelo prefeito atual é só um aperitivo, ou uma gota d'água em um oceano de possíveis irregularidades...

Fica cada dia mais claro que o domínio da narrativa da "herança maldita", da "cidade quebrada" e por consequência, a criação de um ambiente de permanente de "emergência" não se presta a alertar verdadeiramente a população para os desmandos da administração anterior, mas antes de tudo, tem por objetivo justificar toda sorte de contratos e aditivos sem o menor lastro legal...

Bem, como os órgãos de fiscalização públicos e as ONGs da chamada "sociedade civil" só parecem ter olhos para o passado recente, creio que ficaremos pregando no deserto, ou no aterro sanitário, quem sabe?

Nenhum comentário: