segunda-feira, 10 de abril de 2017

E na terra dos filhotes da cachorra de guarus: só não existe governo...

No atual (des) governo da cidade de Campos dos Goytacazes, exemplar local do predomínio da pós-verdade sobre os fatos, onde é amostra de fenômenos como trump e dória, tudo é ensaiado, tudo é posado...

Não que os patetas da lapa não tivessem sincera predileção pelos atos dramáticos e fanfarrões, como greves de fome, supostos atentados e outras babaquices do tipo...

Mas ali, naquela dinastia, ainda permanecia alguma noção de necessidade de cultivo das relações políticas, por pior que fossem...ainda havia ações que ao menos podiam ser criticadas...

Agora não...a administração é como um pastel de vento...

Ontem eu vi a encenação do prefeitosco nas páginas do seu jornal, que usa como papel higiênico...

Encurralado na sua própria inépcia, cercado de imbecis e refém de uma vaidade sem limites, o prefeitosco posou às margens do Paraíba e tascou um obviedade que ele mesmo tentou contrariar quando tomou posse, embriagado em uma enxurrada de votos:

"Campos foi libertada!"...

Pois é, agora o nosso "libertador" nos diz que não dá para fazer nada sozinho...ao mesmo tempo diz que é preciso olhar o cidadão olho no olho!

Uma tremenda bomba semiótica que explode nas mãos dele e de sua trupe de bobos da corte, encarregados da diversão comunicativa do populacho...

Prestem atenção nas mensagens "escondidas":

- O prefeitosco chama a coletividade, mas no relatório parcial dos cem dias ele posa sozinho, sem a presença de um auxiliar sequer, quando o certo seria reunir a equipe para registro fotográfico ou prestação de contas...o ângulo da fotografia não deixa dúvidas: é um conquistador a vislumbrar o Rubicão!

- Depois, o prefeitosco diz que terá que olhar no olho o cidadão...Uma declaração completa de desprezo pelos canais institucionais, um truque muito comum naqueles que apreciam o modo fascista de gestão, ou seja, o detentor do poder não precisa de intermediação, pois ele está cima de tudo (über alles)...

E para encerrar esse espetáculo patético, uma corja de lambe-saco que foram reunidos para um esforço descomunal:

Dizer que o que antes condenavam como pecados mortais e inescusáveis, agora pode ser considerado como inevitável para o sucesso de uma gestão!

Atos de improbidade viraram detalhes, loteamento de cargos virou "freio de arrumação", e nomeação de gente envolvida até o cabelo do ânus com escândalos recentes virou escolha com critério "técnico rigoroso"...

Ahhhh, sim, nosso déspota agora é esclarecido...

Algo como a nova tese sobre caixa dois que tenta livrar o canalha golpista, enquanto leva Dilma ao cadafalso...

Em suma: podemos nos  orgulhar, nossos cretinos são tão cretinos quanto os de alcance nacional!


Nenhum comentário: