sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

O cinismo impera na planície lamacenta...

É muito engraçado ler e ver hoje os que antes chupavam as bolas de eike batista, e acusavam de "arautos do atraso", ou "Cavaleiros do Apocalispe" todos os críticos de seu processo de aquisição das terras do Açu como beneficiário de uma capitania hereditária...

Agem como se o senhor X fosse uma entidade muito estranha aos costumes e a história recente local...tentam um distanciamento, não sem um certo ar blasé...

É bom lembrar (sempre é bom lembrar) que teve porcalista e colonista local que desejava até que o chinês se tornasse língua oficial...eu nem duvidaria se algum ou vários deles não tatuaram um X na bundinha...

Havia outros mais afoitos em agradar o Barão de São João da Barra, e quem sabe sabe, à moda dos hábitos feudais, desejava uma lei que determinasse que toda noiva deveria compartilhar sua primeira noite com o senhor feudal, o senhor X...

Não faltaram rapapés...e não faltavam candidatos a corno e a vagabundas...

Uma subserviência escrota, um vira-latismo de baixo calão, prostituição baratíssima... 

E tudo foi de roldão, como se as decisões políticas tivessem que se submeter a uma espécie de fatalismo, como se o capital fosse uma força da natureza, implacável e irresistível... 

Usaram dinheiro público para expulsar pequenos sitiantes, salgaram suas glebas, e depois entregaram enormes faixas de terra a preço de banana para grupos empresariais...

Bem, para essa sacanagem toda o nome dado foi "progresso"...

Qualquer agente político ou movimento social, em suma, qualquer um que ousasse questionar o "progresso" era achincalhado e exposto como uma aberração anacrônica...

Pois é...pois é...

Agora fingem que não é com eles...

São uns cretinos, canalhas e proxenetas...o verbo a serviço da verba...

Vai chegar o dia em que possamos pendurar pelos postes esses vermes com cordas em volta dos seus pescoços, todos eles...

Nenhum comentário: