sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Ora, vá se queixar ao bispo...

Talvez assolado por uma culpa (esse ingrediente que não pode faltar a um bom cristão) atroz, talvez por cinismo, o bispo católico das plagas lamacentas desatou a criticar a PEC da MORTE (241)...

O reclamo do bispo, tal como uma madalena arrependida, foi repercutido por alguns blogs locais...

Ora, o que o bispo imaginava?

Ele por acaso pensou que a difusão do discurso moralista-fascista que ele, hipocritamente, aderiu, (haja vista ser a igreja que representa o próprio signo da opressão dos povos por onde andou), e que serviu para atacar o legado progressista que começava a despontar no país, poderia resultar em uma melhora nas condições de vida e de direitos do povo...?

Será que o bispo acreditou no milagre da fusão desse discurso de limpeza da política com a possibilidade de melhoria das condições dos mais pobres?

Bom, como eu não acredito que o bispo seja ingênuo, só posso falar: Vá para o inferno, bispo...


Nenhum comentário: