sexta-feira, 6 de maio de 2016

As reinações de um garotinho...

Política não é, definitivamente, para amadores...Os opositores do regime da lapa, e seus sócios da mídia cretina que se imagina "formadora de opinião" (argh, que coisa mais demodé e autoritária) deveriam aprender com o exemplo:

Ciente de que o governo Dilma vai chutar o pau da barraca, o napoleão da lapa lhe hipotecou apoio para a votação do impeachment, botando a filha-deputada para casa, com o intuito de aproveitar a torneira aberta e emplacar o papagaio dos royalties...

Por outro lado, a conta mais pessoal: 
Seu desafeto Eduardo Cunha(e ex-aliado, a quem chama de "gênio do mal"), surgia como provável fiador do governo golpista, logo, período de seca para o napoleão e sua prole...

Agora, farejando uma possível virada no jogo institucional, com as dificuldades de consumação de um golpe que teve como prócer um réu por corrupção, lavagem de dinheiro e outras cositas más, o napoleão tornou-se Dilma desde garotinho...

5 comentários:

Anônimo disse...

Pois é: também notei isso: tenta modular o discurso, sendo Dilma aqui (como quando outrora lhe foi conveniente apresentar-se assim por ter militado com ela no PDT), mas, para os mais atentos, fica como o oportunista de sempre, comparando, por outras vezes, suposta inexperiência administrativa da Dilma que fracassou com sua loja de R$ 1,99 à de Rafael Diniz. Como se o próprio Garotinho tivesse nascido expert em administração pública... Sem contar os supostos conselhos a Dilma de que deveria renunciar. O que não falta é político a quem aconselharíamos isso, embora eles se negassem a fazê-lo, sabe-se lá por qual motivo...

Anônimo disse...

Possível virada no jogo institucional? Em que planeta você vive? Acho que não entendi.

douglas da mata disse...

Vivo no planeta onde gente passa o dia inteiro comendo o cú da sua mãe...é uma raça estranha, mas muito mais inteligente que você...

Todo jogo pelo poder está sujeito a inúmeras variáveis, e até as crianças sabem que o jogo só acaba quando termina.

A própria reação de Cunha, caso algo tenha saído do "acordo", a repercussão e reação do mundo ocidental ao golpe, etc, adicionado ao fato de que o processo dura 180 dias, e nesse intervalo, muita água rola embaixo da ponte.

Sendo golpe, pode ser repelido como tal...com uso da força necessária...

Anônimo disse...

Dilma disse que vai descer a rampa com mulheres. Já comprou a passagem pra Brasília amanhã?

douglas da mata disse...

Vou comprar uma para a sua mulher, acho que ela vai adorar a "troca de guarda"...o problema é que não vai querer largar do meu pé...