quarta-feira, 25 de maio de 2016

Acabou o milho, acabou a pipoca...

Administrar a fartura é fácil...

Depois de torrar bilhões de reais nas UPP, que desde o início foram anunciadas como a salvação (mais uma) do Estado do Rio, no quesito segurança, com direito a toda o oba-oba da TV e hipocrisia das autoridades (que sabiam, e sabem ser impossível "pacificar" algum lugar com ocupação militar), o secretário de segurança do RJ balança no cargo...

As apostas dão como certa sua saída após os Jogos do Rio, e considerando suas aparições recentes, tal e qual técnico de futebol que se diz "prestigiado", parece que sua trajetória chegou ao fim...

Ainda bem...

Não trouxe nada de novo a pasta, e repetiu velhos chavões, agradando a histeria dos ricos e da classe média, e descendo o porrete no lombo da negrada das periferias...

Enxugou gelo com muita grana, que agora acabou...

Enquanto isso, esvaziou e sucateou a polícia judiciária (PCERJ), que hoje tem o mesmo número de agentes de 15 anos atrás...

Afinal, quem quer uma polícia investigativa independente?

Melhor fazer cena com caríssimos helicópteros, carros e conteiners (UPP), regulando o mercado varejista das drogas, enquanto os tubarões das drogas seguem intactos, bem como outros criminosos de colarinho branco...

Um Inquérito Policial bem feito custa 10, 20 ou 200 vezes mais barato que uma operação nos morros, mas esse trabalho silencioso e "demorado" não serve a demanda por propaganda oficial...

Faz-se necessário apresentar os pretinhos de sempre, inimigos públicos nº 1, junto a drogas e armas, e por outro lado, "esquece-se" que essa atividade de varejo de drogas é só a ponta de um processo que deveria ser combatido com inteligência, cruzamento de dados, suspensão de sigilos, combate a lavagem de recursos, e nunca força bruta...

Os programas sensacionalistas de TV agradecem...salve datenas e resendes...

O cenário que se projeta é tenebroso: 

Hoje, policiais já cotizam o custo do papel para impressoras, adquirem impressoras, compram até o papel de limpar bunda...

As empresas terceirizadas com o pessoal da limpeza já abandonaram seus contratos...

É o caos...e nada indica que vá melhorar...

Cada um por si, e deus contra todos...

Nenhum comentário: