quarta-feira, 6 de abril de 2016

Os bobocas da "oposição".

Em Campos dos Goytacazes supostamente teria sido chamada por Vargas de espelho do Brasil.

Essas frases atribuídas quase sempre são um engodo, mas de tanta repetição, acaba valendo a lenda quando essa supera a realidade.

Se Getúlio Vargas disse ou não, o que importa é que assumimos a pecha, e continuamos a refletir o que acontece nacionalmente.

Como acontece na esfera nacional, aqui também a oposição política é feita pela mídia, que se comporta como partido, já que os políticos e partidos que deveriam fazê-la (oposição) padecem de indigência intelectual, e em alguns casos, estão comprometidos com as práticas que dizem condenar...

Então, agora o caso da vez é a lista da Odebrecht...

Os bobocas inflam páginas de panfletos (que se imaginam jornais) e outras plataformas, desconsiderando qualquer lógica nas suas ações, e pior, qualquer traço de efetividade.

Se há uma tática governista para esvaziar sessões, e impedir os surtos de hipocrisia oposicionista no plenário, os bobocas da oposição poderiam provocar o Ministério Público Estadual (nesse caso a Procuradoria, em se tratando de informações sobre a mandatária), para que aquele ente então oficie a Vara Federal (ou o STF, se for o caso) onde correm as apurações, solicitando informações sobre o possível envolvimento dos mandatários locais.

Lembrete:

(cabe lembrar que boa parte dos vereadores fez parte desse governo e de outros que derivaram da dinastia da lapa, quando certamente se beneficiaram de doações de empresas e por isso, defenderem seus interesses)

Mas nada. 

Ficam só dando voltas em torno dos próprios calcanhares (para não ser mais rude).

Em outras palavras: Jogando para uma plateia que parece ignorá-los por completo.


Definitivamente, ganhar desse pessoal da oposição é mais fácil que dar tapa em bêbado...

2016 vai ser igual àqueles outros anos que passaram...

Nenhum comentário: