sábado, 30 de abril de 2016

Batendo em chico e em francisco...

Que o MP estadual sofre, institucionalmente, da mesma doença de seus pares na instância federal, ninguém duvida...

Chamam de protagonismo o que eu considero como ação política, e na maioria das vezes, partidária...

Esse blog tem sérias críticas a esse processo deformatório do MP...e não é de hoje, ou por causa dos problemas da atual conjuntura...

É certo que o Ministério Público se tornou um monstro hipertrofiado, com raras exceções...Minha opínião é compartilhada por gente como Sepúlveda Pertence, justamente ele que, como notável assessor da Constituinte de 88, ajudou a criar o formato e os poderes do órgão que hoje desanca: "Criamos um monstro", diz ele...

Em Campos dos Goytacazes o Promotor Leandro Manhães também bebeu nesse "protagonismo", mas uma coisa é certa:

Sua fúria persecutória se voltou sempre para todos os lados...É claro que esse "animus fudendi" serviu a esse ou aquele grupo, de acordo com a qualidade de quem era investigado, mas sua ação nunca poderia ser considerada "parcial"...

É bom o pessoal da lapa não jogar pedra no telhado alheio, porque em se tratando de parcialidade, tem coisa muito mais escandalosa servindo aos patetas da lapa, e há muitíssimo tempo...

E não adianta reclamar, esse é o jogo, que infelizmente só não foi jogado pelo PT, com seu republicanismo infantil...

Quando estavam no poder estadual, e podiam indicar desembargadores e procuradores, os patetas da lapa puseram e dispuseram, cobrando a fatura sempre...Direto dos escritórios de advocacia que defendiam seus interesses para os postos-chave, na magistratura, procuradoria, tribunais de conta e etc...

Ninguém ouviu ou viu reclamações dos patetas da lapa quando Leandro encurralava Marcos Bacellar e Cia...Ou quando deu suporte as ações na Operação Alta Tensão, que desvendou um esquemão de desvio de mais de 40 milhões de reais da Campos Luz, nos estertores da aventura mocaiberiana (aliás, outra cria do garotismo)...

Tomara que os patetas da lapa tenham tempo, munição e coragem, porque a briga promete ser boa...

Nenhum comentário: