domingo, 21 de fevereiro de 2016

Não é O golpe, são OS golpes...

Qualquer imbecil sabe hoje em dia (salve Umberto Eco) que golpes de Estado, processos revolucionários e outras rupturas institucionais não acontecem da noite para o dia, embora haja uma inclinação óbvia de datarmos esses eventos...

Não haverá golpe contra Dilma e seu governo...Dilma e o PT são um detalhe (importante, é verdade) para atrapalhar a retomada da hegemonia rentista do Estado, sem saltos, sobressaltos ou sustos...

deuzolivre de uma queda de juros como aconteceu em 2010/2011 que retirou da teta rentista algo em torno de 70 bilhões de dólares.

Não é o dinheiro, é a mensagem, o sinal...

Dinheiro do Estado é para pagar juros e dane-se o resto...

Então, não haverá golpe, mas haverá golpes, todos os dias, não contra Dilma, mas contra a Democracia, até que ela vista o figurino da elite, ou morra de anorexia...

Duas notícias díspares, que (aparentemente) não se relacionam...

A mídia divulga a PEC que propõe a redução do Congresso, de mais de 500 deputados para menos de 400.

Jogada na arena dos imbecis, a "notícia" vai ser devorada e regurgitada como nova panaceia nacional...

Rumamos à plutocracia, onde um único deputado "representará" um contingente maior de eleitores, e ao contrário do que se possa imaginar, terá muito menos representatividade...

Com o aumento do coeficiente eleitoral (o número de votos por cadeira parlamentar), a eleição vai ficar muito, mas muito mais cara...Logo, a medida pretendida (fim da corrupção, lato sensu) vai ser soterrada na hipocrisia de quem propõe e na imbecilidade de quem acredita...

Não há receita mágica: Democracia é mais gente decidindo, e não o contrário, ainda que os consensos sejam mais difíceis...

É engraçado imaginar que o Brasil, com seu tamanho terá 300 e poucos deputados e o Parlamento Inglês tenha mais de 600, resguardada a impropriedade das comparações simplistas...


Outra notícia:

A FECOMÉRCIO, entidade patronal dos sindicatos dos empresários comerciantes e afins paga mais de 40 milhões/ano ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, através de convênio, para DETERMINAR (eu repito: DETERMINAR) quais as áreas deverão ser patrulhadas por agentes de segurança pública.

Como prova desse regime de exceção, os policiais militares e outros agentes (militares aposentados e guardas municipais) vestem coletes com as insígnias do "programa".

O alvo? Os de sempre: Os indesejáveis que "sujam as ruas" e "amedrontram" os consumidores.

Pelo menos é mais realista, porque todos sabemos que a coisa já funciona assim desde muito tempo...a cada pizza, a cada pneu para viaturas ou cabine de policiamento reformada a soldo dos comerciantes...ou por ordem direta dos governantes, que sabem que a "periferia só dá problema"...e que comerciantes e empresários amigos não dão votos, mas dão grana necessária para obtê-los de forma mais fácil...

Não há golpe em curso...

Há vários golpes...

E não adianta chorar para o seu deputado federal, que estará cada vez mais longe de você e de sua comunidade...Não adianta chamar a polícia...Chame o gerente da loja de conveniência, e quem sabe ele não te dê segurança, mas aprove seu crediário?


Desculpem, eu esqueci a outra notícia nefasta, que atualizo agora, 11h46min:

O STF oficializou aquilo que já vigora há muito: A possibilidade de prisão sem trânsito em julgado da sentença (quando o processo acaba realmente)...

Claro que para os pretos e pobres isso era uma realidade, e dos mais de 800 mil presos (a 4ª maior população carcerária do planeta), 240 mil são provisórios (sem sentença definitiva), e nem sabemos dentre todos esses 240 mil quantos estão presos sem sentença alguma (prisão temporária ou preventiva)...

Mas então o STF avançou e abriu a chance de prender os mais ricos?

Calma, muita calma...Como temos um novo P (de petistas e aliados) entre os já conhecidos 3P (pretos, putas e pobres), está na cara que essa é uma chancela dirigida.

E tem mais: Por óbvio que a situação pré-medieval dos outros 3P que mofam nas masmorras do sistema prenitenciário brasileiro só vai piorar...Sistema prisional tão "eficiente" que de lá nasceram as maiores facções criminosas que aterrorizam o Estado e a sociedade...

Como disse, O golpe não é um moço solteiro...Tem amigos, famíla e procria...


Nenhum comentário: