domingo, 26 de julho de 2015

O sol da paz e democracia europeia se põe em solo grego...Vem aí uma Nova Idade Média?

Há alguns dias este blogueiro escreveu algo sobre os riscos gregos à Democracia e a estabilidade mundial, onde abordamos que, embora a Grécia não possa ser considerada, per si, uma ameaça militar ao equilibrio geopolítico da esfacelada Europa, há de se considerar que os efeitos políticos da desconsideração das vontades populares trazem a crença nos Estados de Direitos, e consequentemente, na manutenção da paz...

Pois hoje, ao passar o olho nas notícias da Europa, encontrei na primeira página do The Independent um texto do Patrick Cockburn, onde ele aborda o mesmo tema sob viés parecido...

No caso europeu, é verdade que a figura de um ditador de bigodinho e uniforme militar torrando judeus em fornos pareça improvável...Porém o articulista afirma que o desequilíbrio e o autoritarismo, por várias vezes, se expressam de forma polida e com belos ternos que vestem doutorados em ortodoxia liberal...

Sabemos o que a História nos diz que projetos ultra-nacionalistas tendem ao choque...Paradoxalmente, embora se autodenomine de universal, o projeto liberal nada  mais é que o fortalecimento exagerado de alguns países sobre os demais...

São formas distintas de dominção: ou direta e militar, na força e na marra, ou pelos cânones das receitas liberais de gestão, sacrifícios fiscais e sociais, e claro...juros extorsivos e pagamentos em dia...

Não que haja qualquer ranço colonizado neste blogueiro a ponto de se considerar mais ou menos relevante quando um articulista inglês escreva utilizando premissas parecidas, nada disso...

Mas é animador saber que há um sentimento contra-corrente circulando em vários veiculos de várias dimensões, desde um blog insignificante de uma planície lamacenta, até a cidade que foi o centro do império onde o sol não se punha...

No texto há mais inflexões sobre a questão alemã, e os paralelos inevitáveis com as instabilidades que percorrem o mundo árabe e nas áreas mais remotas da Europa, como Ucrânia...

Se interessar, clique aqui e leia...

Nenhum comentário: