sexta-feira, 17 de abril de 2015

Testamento...

Na minha lápide
Se quiserem escrever algo
Que seja diferente de um xingamento
Repitam ali uma frase que um amor me disse
Desses amores vadios
Que chegam em hora (in)certa
E depois saem para comprar cigarros
E levam dez anos procurando a marca predileta

Falou-me assim, esse vagabundo:

A única condição que o verdadeiro amor impõe
É ser incondicional...

Nenhum comentário: