domingo, 29 de março de 2015

Por favor, matem deus...pelo amor de deus.

Toda vez que os crédulos são confrontados com os fatos, neste caso, de que em nome de deus, seus seguidores matam, mutilam, perseguem e discriminam, eles têm, em geral, duas respostas cretinas:

01- As religiões não têm nada a ver com deus e seu amor divino, pois religiões são humanas e suscetíveis a estes desvios na briga pelo poder temporal...

02- Os ateus são capazes de coisas piores em nome do ateísmo, e citam as perseguições na antiga ex-URSS ou em Cuba...

Confesso que essas tolices nem me surpreendem mais, no entanto, outras me surpreendem, e muito...

O jornal inglês The Independent traz uma matéria que parece ter sido republicada de algum jornal da Idade Média, ou de algum país fundamentalista teocrático (geralmente associado ao Islão)...

Você pode acessar aqui se quiser...

Que ironia, trata-se do país "campeão da Democracia e dos Direitos Humanos", que adora empurrar a tiros, porrada e bombas esse modelo para os outros, os EUA...

Trata-se do Estado de Indiana, onde seu Governador (republicano) Mike Pence assinou uma lei que permite que pessoas, instituições, associações e comércios se recusem a servir ou atender pessoas cuja orientação sexual "agrida" suas crenças...

Eufemisticamente chamado de Ato de Restauração da Liberdade Religiosa (engraçado, toda lei de castração de direitos, geralmente vem com o nome "liberdade" embutido), a lei se assemelha a outra lei aprovada pelo Senado estadual do Arkansas, um dia depois, no mesmo sentido...

Bem, que os crédulos odeiam em nome de deus é certo, escroto mesmo é legislar sobre isso, considerando que os impostos são pagos por todos, crédulos ou não...

Quanto as tolas respostas dos crédulos, lá do início do texto, eu só posso dizer:

Não há outra expressão divina senão a que é propagada pelos humanos, já que deus em pessoa não anda pela Terra se manifestando ou falando em nome próprio, assumindo suas cagadas ou pedindo desculpas...

Logo, a religião, e (alguns) imbecis que nela creem, são a coisa mais palpável que temos para falar de deus...E é em nome desse deus que matam, estupram, expropriam, segregam, castigam, ferem e discriminam...

Se tudo o que acontece é decorrente da vontade Dele, e débeis mentais como esse de Indiana (EUA) agem em seu nome, é correto observar que deus está se divertindo...

Quanto a ateus fazendo o mal, nada demais, afinal, não temos deus no coração...não é mesmo?

Mas quando gente que diz tê-lo faz coisa pior?

Nenhum comentário: