sexta-feira, 27 de março de 2015

Enquanto isso...

No Yemen, que muita gente nem sabe onde fica, a Arábia Saudita segue bombardeando os alvos das forças rebeldes, enquanto asila o presidente deposto, tentando restabelecer o exilado para garantir os interesses ocidentais na região...

Ao mesmo tempo, a Inquisição da República do Paraná (onde forças policiais federais, ministério público e judiciário revogaram qualquer noção de decoro e apego a Justiça) segue martelando uma das maiores empresas de petróleo do mundo (a maior estatal do mundo do setor), e as maiores empresas (privadas) nacionais (responsáveis por boa parte do nosso PIB), abrindo espaço para as concorrentes internacionais...

Sorte nossa que nosso bombardeiro é midiático, não?

Ou não será sorte de todo?

Se quiser saber mais sobre Yemen, bombardeios e a "coalizão saudita-estadunidense", leia no site da Al Jazeera...

Nenhum comentário: