domingo, 1 de fevereiro de 2015

Moqueca de infidelidade: prato indigesto e cheio de espinhas...

Não se animem os petistas que adoram uma badalação e bajulação...

A ex-prefeita do município vizinho está de malas prontas para onde o governador pezão indicar...


7 comentários:

Anônimo disse...

E ontem tinha uma conhecida petista comendo moqueca com ela...

Anônimo disse...

Você disse tudo. Piciani, Sérgio Cabral e Pezão já estão planejando um partido pra ela.

Anônimo disse...

Ferreira Gomes preparam sua entrada no PT, os ACM fazem o mesmo no PDT:
Por que as oligarquias reacionárias aderiram aos partidos da “esquerda socialista”?

Em um país onde um draconiano ajuste neoliberal contra os direitos dos trabalhadores é operado pelo governo do PT, que ainda se proclama socialista em dias de festa, não chega a ser estranho que as oligarquias mais reacionárias sintam-se à vontade para ingressar em partidos que se reclamam de “esquerda”.

Nos últimos dias vem circulando na imprensa que ACM Neto, prefeito de Salvador e herdeiro político do prócer da ditadura “Toninho Malvadez”, o falecido e odiado chefe da oligarquia baiana que comandou a Arena, o PDS e depois o PFL no estado, vai trocar o falido DEM pelo PDT fundado por Leonel Brizola e hoje dirigido pelo canalha mercenário Carlos Lupi.

Como primeiro passo da mudança, ACM aquinhoou a Secretaria de Trabalho da prefeitura aos pedetistas e orientou os deputados do DEM a votarem no candidato do PDT ao comando da Assembleia Legislativa baiana, Marcelo Nilo, que acabou eleito contra a vontade do PT.

Lupi não disfarça “São sinais de que o prefeito nos quer ao lado dele”.

Brizola, que chegou a presidir a Internacional Socialista, deve estar se remoendo no túmulo ao ver seu velho partido nacionalista burguês ser traficado por Lupi em negociatas com figuras sinistras do calibre do seguidor político de “Malvadeza”, eminente apoiador da ditadura militar.

Ele, como Ministro das Comunicações do governo Sarney, foi responsável direto por entregar para a Rede Globo centenas de concessões públicas de TV para fortalecer as oligarquias regionais que sustentaram os militares genocidas e na “redemocratização” foram premiadas para controlarem representações estaduais televisivas em parceria com a familgia Marinho, tão denunciada por Brizola como um máfia midiática anti-povo.

Anônimo disse...

Esse deslocamento de ACM Neto muito se assemelha ao que vem operando há algum tempo a oligarquia Ferreira Gomes.

Abrigada temporariamente no PROS, os irmãos Cid e Ciro já controlam o PT do Ceará e aguardam o melhor momento de migrar para o partido de Lula, alimentando o sonho de Ciro se candidatar a presidente da república.

Para consolidar esta ponte, a oligarquia cearense elegeu como governador do Ceará um fiel representante seu dentro do PT, o “laranja” Camilo Santana e encontra-se em negociações avançadas para embarcar na anturragem neopetista.

A indicação de Cid Gomes para o Ministério da Educação faz parte desse projeto de poder.

Anônimo disse...

Quaqua dá como certa a candidatura dela pelo PT em 2016 em SJB. E ele não é bobo não.

Anônimo disse...

Acho que ela não sai do PT. No PT ela é estrela aqui na região, sem trocadilho. Em nenhum outro município daqui da região o PT tem um diretório forte ou um candidato com chances de vencer o pleito de 2016. Só ela! O Partido só tem ela pra investir com chances de vitória.

douglas da mata disse...

A ex-prefeita tem tantas chances de vencer o pleito de 2016 quanto você achar petróleo em seu quintal...

Isolada pelo antagonismo dos dois grupos com os quais rompeu...

E considerar o PT de SJB forte só pode ser piada...

Sem trocadilhos, me permita: quaquaquaqua...

Quaqua não é bobo, sabemos, mas é esse o problema, o PT precisa de quadros, não de cafetões...

O desempenho do PT/RJ, esse ano de 2014 foi vergonhoso...