quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Antes tarde do que nunca...

Vem do Ceará a resposta bem-humorada aos gorilas golpistas:

#IMPITIMAM É MEUZOVO

7 comentários:

Anônimo disse...

Voce escreve muito bem mas não passas de um escriba avestruz. Com sua cabeça enfiada no chão das suas tolas convicções planicianas, não consegues enxergar o que acontece no planalto lamacento.

douglas da mata disse...

Opinião e cú, cada qual com o seu.

douglas da mata disse...

Eu ia até postar a baboseira do cretino sobre carga tributária, mas eu tô cansado.

Só um lembrete: A carga tributária do Brasil não é alta, ela é injusta, porque quem pode mais paga menos.

Simples assim.

Os rankings, as listas com impostos sobre produtos e serviços são apenas uma cortina de fumaça para esconder a verdadeira demanda que temos: FAZER COM QUE OS (MAIS) RICOS DESSE PAÍS PAGUEM SEUS IMPOSTOS PROPORCIONAIS A RIQUEZA QUE CONCENTRAM!

Anônimo disse...

Mas porque Dilma agora diminuiu ainda mais a alíquota do IR? Mais gente (pobre ou de classe média baixa) vai pagar IR. E os ricos continuam com os 27,5%, que é o mesmo que eu, de classe média.

Anônimo disse...

Boa noite. Pois é, li também essa mensagem bem humorada contra o golpe, mas li pouquíssimas... Enquanto isso, viralizam dia após dia mensagens, vídeos, charges, etc, que batem forte em Dilma, Lula e no PT. Não discuto que é muita mentira, calúnia e coisas sem nexo, mas também é indiscutível que isso desgasta demais a imagem deles e é humanamente impossível, nós, militantes, ficarmos explicando e rebatendo todas elas. Nessa guerra da comunicação temos que rever nossas estratégias porque acho que estamos perdendo. Abs. Elias Carlos Tavares.

Anônimo disse...

Entretanto, mentiras e boatos é o que mais se tem contra a presidente e Lula no Watsapp.

douglas da mata disse...

Elias, e ao outro amigo:

Não se iluda, na guerra da comunicação sempre fomos e SEMPRE seremos contra-hegemònicos, não adianta.

Jornalismo, mídia empresarial e entretenimento são as três cabeças do cão (Cérbero) que guarda a porta do Inferno (de Hades)...

Acho que avançamos muito, muito mesmo...

A eleição de Dilma é exemplo disso.

Se fosse 10, 20 anos antes ela não teria resistido.

É preciso uma perspectiva histórica para enxergar com certo otimismo (precavido) nossos movimentos, nem tudo é ruim...

Mas isso não nos isenta de enfrentar os problemas...

Nossa ausência de comunicação reflete nossa ausência de práxis política...

Quem faz marketing político com fim em si mesmo não somos nós, não dominamos essa agenda...

A esquerda requer conteúdo para divulgar a sim mesma, até porque, como disse, somos contra-hegemônicos...


Um abraço.