domingo, 7 de setembro de 2014

A Inglaterra, uma terra de ditadores e bugres...

O bardo Shakspeare deve estar se revolvendo na tumba, afinal, depois de inaugurar a própria noção de literatura ocidental (séculos depois das culturas orientais e islâmicas, é verdade), o poeta inglês assiste de seu túmulo o ocaso da sociedade britânica...

Eis que os súditos da Rainha foram convertidos em vassalos de uma monarca absolutista...Ou será que sobrevive na Ilha o espírito de Cromwell (Oliver)?

Loucura?

É que diriam (ou deveriam dizer) os cretinos da mídia local e nacional sobre a postura dos ingleses com a chamada "liberdade de imprensa"..

O jornal The Guardian (isto mesmo, um jornal comercial e não um órgão oficial de um partido ou governo) traz em sua página eletrônica as notícias sobre um documento público (carta) assinada por 30 vítimas da ação irresponsável da mídia na cobertura espetaculosa de vários eventos...

Dentre eles estão os pais da menina inglesa desaparecida enquanto a família passava as férias em um balneário português, Madeleine MaCcan...

A matéria você pode ler aqui...

Estes parentes e vítimas declararam que o IPSO, sigla em inglês para Organização Independente dos Padrões de Mídia, é tão inócuo e falso quanto o organismo que substitui, o PCC, Comissão de Reclamações contra a Mídia...

Este grupo de 30 pessoas aponta que enquanto as recomendações do Inquérito Levenson (Inquérito Especial) não forem adotadas, tudo continuará como antes, ou seja, as empresas de mídia abusando da liberdade de expressão que é um bem público e de toda coletividade...

Estas alegações se devem ao fato de que a investigação Levenson apurou diversas irregularidades (como quebra de sigilo das vítimas e envolvidos, promiscuidade com órgãos policiais, manipulação de informações, propinas, etc), prendeu diretores e mandou fechar publicações, como o News of the World (do mega empresário australiano Rudolph Murdoch, dono da Fox, dos EUA)...

Suas recomendações foram consideradas cruciais para o resgate da credibilidade da imprensa britânica...

Meus deus, mas que inveja, mesmo falso, eles têm um órgão de controle e fiscalização da mídia...

Claro que estes ingleses ainda militam no campo da ingenuidade se acreditam que em algum tempo, o grosso da indústria de mídia pode oferecer um jornalismo longe de ser neutro, mas equilibrado...

No entanto, será que estamos melhores ao não acreditarmos em nada disto, e por isto mesmo permaneçamos inertes frente a tantos abusos?

Uma olhada histórica rápida nos revelará que a indústria do jornalismo, em todas as suas plataformas, sempre esteve associada com o establishment financeiro, e na construção de uma realidade onde determinada classe (os mais ricos) prevaleçam sobre todos os demais...

Quanto mais Democracia for desejada, mais controle sobre a mídia é necessário, por mais paradoxal que pareça...

Os ingleses aprenderam às duras penas...

Os estadunidenses ainda estão empacados nesta ilusão... Não é à toa que sua decadência de sua sociedade rime tanto com o aumento de sua violência e agressividade...

A Europa parece ter estabelecido certas regras...

Você imaginaria um editor-chefe da "grobo" sentado no banco dos réus e preso? Pois é, os ingleses não só imaginaram como fizeram...

Você imaginaria o jornal Extra fechado por ordem de um Inquérito? Pois é...lá também teve esta "aberração ditatorial"...

Mais engraçado ainda é que quando tentamos, ou sonhamos "copiar" estes bons exemplos, os ingleses e os patrões da mídia de lá correm para auxiliar os (tu)barões de mídia daqui para alardearem que estamos às portas de um terrível regime nazicomunista...

God save the Queen...




4 comentários:

Anônimo disse...

Oh Lord xacal,

Entāo não?

E um nazicomunismo abastecido por petróleo, cara.

Estás fora das últimas notícias?
Não é possível!

douglas da mata disse...

Bem, Sir Bo-boca,

Se olhares de novo o texto(caso consigas) poderá perceber que se trata justamente disto:

"Não preciso ler jornais, mentir sozinho eu sou capaz..." (Raul Seixas)...

Estarei sempre "fora" das últimas notícias...

"Notícias" são feitas para o consumo de gente como você, que acabam sendo consumidas por elas...

Respeitosamente...

Anônimo disse...

Como é reconfortante saber que toda essa baboseira contra a imprensa será esquecida pelos petistas assim que sairem do poder.

douglas da mata disse...

É inquietante saber que a mídia consegue (ainda) lavar os dois neurônios que habitam na cabecinha oca de determinados tipos...

Será que se o ali kamel disser através do bonner, lá na pocilga do jn, que dar o cú cura câncer, cresce cabelo, e o tamanho do pau, frieira, erisipela, rejuvenesce, ele obedece?

Pois é...