sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Lula, Dilma e pezão: Como agradar aliados, sem que o público perceba...

Não podemos dizer que um evento tenha só um propósito...como é correto dizer que estes propósitos não são alimentados apenas por uma causa...

Já aprendemos que há causas determinantes, mas nunca serão exclusivas...

Sendo assim, é correto afirmar que a estratégia do Planalto, do PT e de Lula para as eleições do RJ buscou, em primeira hora, empurrar a candidatura de Lindberg Farias...

Mas este não foi o objetivo exclusivo...

Primeiro, o criou-se candidatura popular-evangélica como a de Crivella, para bloquear os anseios garotistas, o que permitia ao senador petista enfrentar-se com o candidato do governo...

Por  outro lado, como já mencionamos aqui no blog, uma parte do PT (Ricardo Berzoini) deu uma colher de chá (o PROS e algum tempo de TV) ao napoleão da lapa, justamente para fazer um contraponto, e tirar alguns votos de pezão, haja vista a pesada artilharia que o candidato da lapa dedica ao candidato a reeleição...

É preciso dizer que desde o primeiro momento, Lula, Dilma e assessores mais próximos devem ter antevisto o que pouca gente viu há alguns meses atrás: pezão estaria no segundo turno, apesar do inferno astral de sérgio cabral...

Isolado politicamente, apesar de ter feito um governo bem razoável, cabral se tornou uma âncora para pezão, e acreditando nisto, sacrificou-se e retirou-se do governo para diluir sua rejeição e a associação com o nome de seu candidato...e parece ter dado certo!

Agora, com o nanismo da candidatura petista, e apesar do favoritismo do napoleão da lapa no primeiro turno, as candidaturas do planalto (Crivella e Lindberg) são a garantia a pezão de que o napoleão da lapa não se beneficiará de uma polarização que poderia fechar a conta no primeiro turno...

E no segundo turno, não é leviano supor que Crivella e Lindberg farão uma composição natural com pezão...

Vai ser divertido ver o napoleão da lapa sem mandato, e formalmente fora da prefeitura de Campos dos Goytacazes, haja vista que a transição do poder local para um nome fora da famiglia traz resultados já conhecidos e temidos pelos patetas da lapa...

Afinal, somos traídos apenas por quem confiamos...

Nenhum comentário: