sexta-feira, 2 de agosto de 2013

cabral e suas lágrimas de crocodilo!

Alguém que não conheça as ações de compadrio do governador cabral com grupo empresariais poderia enxergar alguma sinceridade no seu ato sentimental, quando pediu arrego aos manifestantes que lhe apoquentam em frente a sua residência.

Aliás, desde agora, devemos nos referir ao mandatário como ex-governador, haja vista que um mandatário que implora e usa seus filhos como motivo de chantagem emocional, para se livrar de revezes políticos, já perdeu sua outorga e a vergonha há tempos.

Pois bem, o ex-governador não chora outra coisa senão lágrimas de crocodilo. 

Para quem não conhece a origem da expressão, ela é resultado da constatação que o crocodilo verte lágrimas quando mastiga suas presas, em decorrência da pressão da mandíbula sobre as glândulas lacrimais do bicho.

Quem leu as repercussões de mais uma expulsão coercitiva  de agricultores no V Distrito de SJB, que podem ser conferidas aquiaqui e aqui, todas do blog do Roberto Moraes, não tem dúvidas de que o ex-governador não merece qualquer misericórdia política, ou de qualquer outra natureza!

Por que os manifestantes deveriam sentir "pena" dos filhos de um ex-governador que não poupa anciãos, e ao contrário, os empurra até o abismo do desgosto fatal?

Na verdade, a presença de manifestantes em frente ao prédio do ex-governador poderia ser aproveitada para que o "pai extremado" aprendesse junto com seus rebentos uma lição de cidadania.

Nunca é tarde para começar a "alfabetização democrática". 


2 comentários:

Anônimo disse...

Douglas, você não acha que Garotinho tem ganhado politicamente com o desgaste político de cabral?

Diante do pouco conhecimento da população sobre a pessoa e do político Lindemberg, você não acha que Garotinho seja o favorito na corrida ao Palácio Guanabara?

douglas da mata disse...

Na verdade, garotinho não tem "ganhado" com o desgaste de cabral.

Ele apenas recuperou um terreno que já era dele(que os marqueteiros chamam de recall).

Não podemos esquecer que ele foi governador por duas vezes (sua mulher era apenas um poste sem luz).

Está próximo do seu teto, e terá que lidar com uma enorme rejeição.

A campanha ainda não começou, de fato, mas o cara que mais se identifica com mobilização de rua ("cara-pintada") é o lindbergh.

Não é à toa que seu comando de campanha (e o próprio Lula, que hoje estimula sua candidatura) falaram com ele para recuar e evitar embates desnecessários.

Vai ser um briga boa, mas garotinho sabe de suas limitações, principalmente se cabral jogar a toalha e bandear para o lado do "lindinho", porque que aí vem a reboque a máquina estadual junto com a federal.