segunda-feira, 24 de junho de 2013

Do planalto a planície, a mídia daltônica!

Eu não tenho dúvidas de que a mídia calhorda vai mudar o tom que adotou em relação aos eventos das últimas semanas.

Quando os setores progressistas começarem a se organizar, e a elaborar uma agenda que comece por questionar os privilégios de uma minoria sobre a esmagadora maioria, como por exemplo, a primazia do transporte privado sobre o transporte público, onde automóveis contam com incentivos fiscais de toda ordem, enquanto os ônibus, trens e metrôs patinam as supostas carências orçamentárias e a ganâncias dos cartéis do setor, ampliando o debate sobre mobilidade urbana e financiamento de modelos inclusivos, que pode ser resumido, em suma, pela questão tributária (quem vai pagar a conta), "as notícias" vão ser totalmente diferentes, e em nada vai lembrar este ufanismo e idiotizante que tem coroado a "cobertura" feita até agora.

Bastará a politização organizada do movimento para para que se evidencie o daltonismo da mídia,   que passará a ver tudo em tons de catástrofe, mas foi incapaz de enxergar as cores do fascismo por detrás das manifestações ultra-nacionalistas, pretensamente, verde-amarelas.


Nenhum comentário: