sábado, 13 de abril de 2013

Por fora, Bela Joana, por dentro, pão bolorento?

Bom, como as negociações nas altas rodas nunca são esclarecidas ao público, embora seja o público que pague, nossa dúvida tem mais pertinência que impertinência.

Há anos, todos sabemos que o controlador da fábrica de sucos, tomou uma gorda quantia de recursos públicos estaduais (e até municipais), a fundo perdido, para erguer aquilo que, na época, seria a  redenção da vocação  fruticultora regional, e uma alternativa de empoderamento econômico dos arranjos locais, beneficiando os micro e pequenos produtores.

Outra vez o velho canto da sereia... na fábrica, só o dinheiro público virou suco!

Isto nos faz lembrar das desventuras de outro "campeão" da mídia e dos governos locais, o senhor X, mas isto é outra (triste) história...

O que me pasma é que este pessoal nunca cansa gastar nosso dinheiro para acreditar nestas histórias. 

É muita cara de pau, você não acham?

Pois bem, ontem, Vossa Excelência, o Governador, e seu vice (vice em inauguração de fábrica privada, e não teve conotação política, a quem imaginam que enganam?) cortaram a fita, mais uma vez, da fábrica, desta vez, sob nova direção!

Bom, e o mico anterior, explodiu na mão de quem? Foi quitado?

As respostas podem ser muitas, mas o que me estranha demais é que ninguém pergunte...

2 comentários:

Anônimo disse...

Demoro a comentar pois estou lendo tudo atrasado:
Esta fábrica nasceu fadada ao insucesso. Todos viam...
No dia do lançamento do Frutificar no então CEFET conversei com um jornalista de um jornal "de coleira" como você diz e ele me deu o prognóstico: Ele sabia que seria um engodo, num esquema espertíssimo para tirar a maior parte da grana que o BNDES disponibilizava para o programa inteiro.
Deu no que deu.
O jornal do jornalista que sabia de tudo que aconteceria (e aconteceu), levou anos tendo a sua festa principal patrocinada pelo bolorento empresário.
Por fora se paga o verbo e DENTRO é só a gente que leva...

Anônimo disse...

Ué, porque Garotinho vendeu a Bela Joana? Será que ele vendera a 1001 também?