sexta-feira, 22 de março de 2013

sarkozy, o ladrão de velhinhas milionárias!



Um dos líderes da direita mundial cumpre seu rito...entre o trágico, o ridículo e o cômico.

Eis Nicolas Sarkozy: O ladrão de velhinhas! Um reles punguista!

Nicolas Sarkozy aux Sables d'Olonne, le 4 mai 2012.
Foto: Liberátion.


Para esta gente, não há limites, nem ao menos para a hipocrisia, por certo!


Um dos próceres do moralismo do tipo teaparty, baseado em teses de sucesso e do triunfo, ele mesmo um autoproclamado selfmade man, todas tão caras ao liberalismo, o ex-presidente francês mostra a face canibalesca do sistema. 

Não perdoam ninguém, como se nos dissessem: "não é a economia ou a política, é o dinheiro, estúpidos!"

Seguido nas suas intempéries por personagens tão grotescos como berlusconi, bush, blair, e outros menores, que sustentaram um período de impressionante imbecilização global, e que no Brasil repercute nos grotões de uma mídia partidarizada e aliada a subpartidos de oposição, sarkozy é acusado de se beneficiar do estado de hipossuficiência mental da milionária Liliane Bettencourt, dona do império l'Oreal, para arrancar-lhe dinheiro para suas campanhas.

Pelo menos é isto que estampam os jornais El Pais, The Independent e Liberátion.

De acordo com o diário inglês, sarko mentiu quando interrogado na primeira vez sobre a solicitação de apoio financeiro a milionária, que foi processado, ao que tudo indica, de forma ilegal.
Agora, confrontado com as alegações de vários auxiliares da milionária, o juiz da região de Bordeuax colocou o ladrão de velhinhas sob investigação formal, quando antes o ex-presidente estava no processo sob a condição de testemunha.

No foco central das apurações estão dois transportes, em fevereiro de 2007, de cerca de 1.2 milhão de reais, em dinheiro vivo, trazidos da Suíça a França pelo contador da milionária, que disse a polícia, à época, que parte se destinou ao financiamento clandestino de sarkozy.

Deve ser esta a tal da modernidade, embora com certo cheiro de mofo, tão antigo como ratos e  queijo francês.

Nenhum comentário: