sábado, 30 de março de 2013

Por que choram os senhores e iaiás das Casas Grandes...

O dado é do IBGE.

O que diminuiu o número de empregados domésticos no país foi o grande leque de oportunidades e melhores condições do mercado de trabalho no país, inclusive com aumento das vagas no ensino superior, em grande parte através do Pro-Uni.

Mas os cretinos da mídia, em rádios, jornais e TVs, gostam de dizer que foi ingratidão, e/ou preguiça pelas facilidades dos benefícios do governo...Como se houvesse virtude em ser humilhado todos os dias, sem direitos, e só com deveres, ganhando uma merreca.

Paradoxalmente, ao contrário do que dizem os escravocratas modernos, os patrões e patroas, os analistas do IBGE apontam que a regulamentação do trabalho doméstico, com a inserção destas relações trabalhistas em normas que já vigoram há 70 anos para outras profossões, é que pode reverter o êxodo dos trabalhadores domésticos para outras profissões.

Por mês, 25 mil trabalhadores (as) domésticos abandonaram este regime de semi-escravidão para outras profissões.

Pelo jeito, este pessoal que "era quase da família", cansou de ser cidadão de segunda classe!


Nenhum comentário: