domingo, 10 de março de 2013

O papa, a escolha, e os sinais de fumaça: guerra conservadora à vista!

Um papa brasileiro?

Os rumores ganham força porque este é o momento dos rumores! 

Uma nação que ainda guarda relativa base de apoio social e político a Igreja Católica, sendo uma das referências regionais do continente latino, onde também a devoção a igreja do carpinteiro bastardo resiste, nada mais normal que um candidato a papa brasileiro ser aventado como provável sumo pontífice!

Mas os motivos de comemoração param por aí! Pelo menos para os que não comungam a devoção cega, ainda que se reivindiquem católicos.

Os católicos de bom senso sabem o que significa a ascensão de odílio scherer, ainda mais se forem confirmadas as informações de que o apoio a ele é instrumentalizado pelo segmento mais conservador, justamente o que está atolado nos escândalos de acobertamento de pedofilia, e dos crimes de lavagem de dinheiro, dentre tantos outros.

Seria o papa brasileiro uma tacada conservadora que atingiria alguns objetivos: 

- Dar força ao conservadorismo criminoso da igreja, com a chegada de um papa de uma região onde o catolicismo ainda é força majoritária(embora esteja em franco declínio). O novo papa funcionaria como um "mata-borrão, absorvendo os excessos";

- Tentar reverter a tendência de esvaziamento por onde ainda há tempo(América Latina), consagrando a região como berço do papa e ponto de partida do "viradão católico";

- Colocar uma cunha conservadora do cenário de disputas políticas da região, onde um papa conservador latino vem a calhar como contraponto ao avanço dos governos de esquerda na região. 

A provável vitória de Michele Bachelet no Chile, isolaria ainda mais o Paraguai (golpista e segregado no cenário setentrional), e configura uma ameaça aos destinos da direita latino-americana e seus sócios ao norte!

Recentemente, o Wikileaks vazou farto material sobre a tentativa de ingerência católica na Venezuela.

Ou seja, tem muito mais coisa queimando atrás da fumaça branca!

Mas para alguns, a fumaça só irrita a visão!

Um comentário:

Anônimo disse...

Colaborador da ditadura argentina.
“Jorge Bergoglio, papa Francisco I e a suposta colaboração com Ditadura Argentina, saiba detalhes.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/ft0304200506.htm ”

“O “eleito” para tentar frear os avanços progressistas na América Latina, Bergoglio foi acusado de colaborar com sequestros de integrantes da própria Igreja Católica durante a ditadura militar na Argentina, de 1976 a 1983.

http://www6.rel-uita.org/internacional/ddhh/guerras_santas-por.htm “