quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

A(c)ciona os lucros, meu filho!

Na lógica espanhola:

Escravizam os trabalhadores daqui. 

E depois, nos melhores empregos, trazem clandestinos de lá, pois estes contratos de trabalho(que não existem para "turistas") nunca serão tributados. Nem os trabalhadores(que mandam grana para Espanha, sem deixar impostos aqui), nem a empresa, que não recolhe o que deveria sobre as folhas de pagamento.

Um oceano de fraudes. Um porto de possibilidades.

2 comentários:

Anônimo disse...

Pode escrever, ou melhor, deixar salvo. Nem precisa publicar no blog: esta empresa, quando findar seu contrato, ou antes disso, irá embora daqui deixando um rastro pernicioso. Buracos pela cidade e nas estradas, um monte de caminhões sucateados, pedreiras devastadas, alguns fornecedores em dificuldades, pessoas sem receber seus direitos e um monte de desempregados. O lucro, estará na Espanha. Os prejuízos sociais e ambientais ficam com a gente mesmo.
Muchas Gracias!

Anônimo disse...

O Banco espanhol Santander mandou notícias recentemente, quando quis demitir quase 2000 trabalhadores. Se não me engano, a justiça reverteu.
Aqui na cidade ele ganhou a licitação para folha de pagamentos dos funcionários. Garotinho gritou quando era Mocaiber, mas nada disse agora, quando o Santander permanece com a folha.