sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

A arquitetura de um grande homem. O desprezo silencioso da presidenta pela suprema arrogância.



O arquiteto-militante sobre o que pensava sobre a ação 470.



O supremo vingador suplicando um gesto de aprovação. Um desrespeito a memória de quem viveu justamente o contrário do que representa este senhor de toga.


Nenhum comentário: