sábado, 20 de outubro de 2012

Inimigo íntimo.

Os gaiatos não se cansam de chutar o que imaginam ser o cadáver político de çerra...

Manda a prudência esperar o corpo esfriar para ter certeza, mas não custa rir um pouco:

Dizem que çerra vai acabar perdendo dele mesmo, se  considerado que sua taxa de rejeição é muito maior que sua intenção de votos.

Pois é.

3 comentários:

Blog Católico do Leniéverson disse...

E os petralhas ainda acham que o Haddad irá ganhar. Sonha, Douglas, Sonha!E não é çerra é Serra.

douglas da mata disse...

Bom, já que usou o termo "petralha", por certo não se incomodará de eu te chamar de demotucanalha ou demotucanopata, ok?

Então, seguidor do papa nazista, militante da igreja que acoberta pedófilos, enfim, que escravizou seus antepassados negros(e lucrou horrores com o mercado de escravos) e enfim, fez acordo com Mussolini para você poder falar Vaticano, eu te pergunto:

Andas bebendo o vinho do padre escondido na sacristia?

A hóstia tá "batizada" com algo mais que o corpus cristi?

Ou você sabe de alguma conspiração para matar o Haddad e não nos contou?

Uma parte da explicação do naufrágio político de ÇERRA e dos demotucanopatas (ou demotucanalhas, você escolhe) está explicada neste seu comentário.

Vocês estão em outra dimensão.

Eu só posso lhe dizer, sem nenhum respeito: ablué, ablué, ablué.

Há algum tempo atrás, havia aqui na blogosfera uma moça que se intitulava "jumentinha", e não por coincidência era uma religiosa militante e fervorosa, só que evangélica.

Também, não por coincidência, anti-PT, anti-Lula, etc, só que garotista.

Também não por coincidência burra como uma porta, mas que se achava portadora das "boas novas".

Será que você caminha para lá, para se tornar um jumentinho tucano, ou um jumentinho garotista?

Leni e jumentinha, a dupla caipira?

Anônimo disse...

Olha o que já disseram um dias atrás no blog do Roberto Moraes, sobre este nobre senhor:
"Os personagens, ou tipos sociais, são recorrentes, eles vão e voltam, como almas penadas sempre retornam de algum jeito, com formas parecidas. A sociedade os produz, são fruto de um determinado tempo. Certamente, os blogueiros antigos de Campos se lembram da personagem “jumentinha”, ela aterrorizou os blogs com seu sectarismo, e também um fôlego de dar medo. Os mais antigos da rede blog campista vão entender meu comentário."

Que coisa, não?