segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Auto Viação 1001: serviço de carroça, preço de avião!

O material nos foi enviado por correio eletrônico, e só agora nós lemos. Mesmo atrasado, o tema é relevante, até porque, os abusos continuam:


Prezado e Combativo Sr. Douglas da Mata

A propósito de sua última postagem:

Auto Viação 1001: Tudo é passageiro, menos o motorista e o monopólio.



Um funcionário de nossa empresa acaba de chegar de viagem iniciada em Campos do Jordão, SP.
O primeiro trecho percorrido foi desta cidade até o Rio de Janeiro.
O meio de transporte foi ônibus.

Percurso Rio/ Campos do Jordão

A distância: 320 km.
A empresa de ônibus: Turismo Três Amigos Ltda. (CNPJ 33.498.551/0008-52, Av. Dr. Januário Miráglia s/nº, Vila Jaguaribe, Campos do Jordão, S.P.)
A qualidade do carro: excelente (poderei enviar foto se desejar)
O preço da passagem: tarifa R$ 44,87 + outros R$ 5,00 total R$ 49,97 (poderei enviar cópia do bilhete [nº 31624, data emissão 28/10, horário de saída 15:45 h; horário de chegada 22:10 h]
A duração da viagem: 6 horas e 25 minutos
A velocidade média: 49,9 km/h

O custo por quilômetro: 16 centavos de real

Um pequeno comparativo:

Percurso Rio/Campos dos Goytacazes

A distância: 270 km.
A empresa de ônibus: 1001
A qualidade do carro: favor observar opiniões dos usuários
O preço da passagem: em torno de R$ 75,00
A duração da viagem: 4 horas (em geral)
A velocidade média: 67,5 km/h


O custo por quilômetro: 28 centavos de real

Conclusões puramente aritméticas:

1ª) A tarifa Rio/Campos é 78 por cento mais cara que a tarifa Rio/Campos do Jordão;

2ª) A mobilização do equipamento na viagem Rio/Campos é 38 por cento menor que na viagem Rio/Campos do Jordão.

Conclusão possível: a população de Campos dos Goytacazes está sendo brutalizada por essa empresa.

Pergunta inevitável: quem são os responsáveis pela persistência dessa situação?

Saudações solidárias

Eng José Ronaldo Saad

(c/c para os blogues Carraspana Campista, Roberto Moraes, Fernando Leite)

Um comentário:

Anônimo disse...

Este título ficou muito bom e pode ser o slogan do protesto.