terça-feira, 4 de setembro de 2012

Choque de realidade.

É bom entender que blogs e textos não substituem as ações políticas orgânicas, cristalizadas nos movimentos partidários e de outros entes da sociedade.

A luta na mídia é um instrumento poderoso, mas não se basta.

É claro que pesquisa não é sentença com trânsito em julgado, mas fica claro que a relação entre governos e oposições ao longo destes anos representou pouco ou nada em avanço qualitativo no cenário local.

Os mesmos atores com o mesmo tamanho: Governo entre 60 e 70% e a oposição reduzida e fragmentada nos 30% restantes da sociedade.

A previsão do primeiro-filho é arrogante, mas não está descolada da realidade.

A representação parlamentar da oposição corre o risco de desaparecer nesta próxima legislatura.

Bom, quem sabe isto sirva de alguma lição?

Nenhum comentário: