sábado, 11 de fevereiro de 2012

O SINDPOL arria as calças e fica de quatro!

O SINDPOL/RJ, sindicato da minha categoria, inexplicavelmente, embora o site do jornal O Dia traga matéria sobre o tema, "suspendeu" a participação dos policiais civis no movimento unificado, sem qualquer informação adicional, e sem convocar uma assembléia, o que seria correto.

De agora em diante, este blog JAMAIS tocará em qualquer assunto relacionado a qualquer sindicato policial, daqui do RJ ou de qualquer outro estado, mas não renunciará em nenhum momento ao que pensa sobre o tema. Só não exponho mais o que penso, e de verdade, sou levado a admitir que este blog está próximo a seu final, tanto pelo que li e ouvi, de pessoas e blogs que imaginava portadores de uma concepção diferente da política e das questões relacionadas a segurança.

Leia o que disse o sindicato:



sábado, 11 de fevereiro de 2012


Nota do SINDPOL RJ: A greve dos Policiais Civis do RJ está suspensa

11/02/2012 – 19h
O SINDPOL RJ – Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro informa que a partir desse momento a participação dos policiais civis na GREVE GERAL da Segurança Pública está SUSPENSA.

Fatos ocorridos na noite de ontem, dia 10/02 e na manhã do dia de hoje, 11/02, forçaram o SINDPOL RJ declarar a suspensão da greve para os policiais civis.

Anunciamos a convocação de uma Assembléia Geral Extraordinária na próxima quarta-feira, dia 15/02, para esclarecer os fatos e ditar os novos rumos reivindicatórios da categoria policiais civis.

No dia 15/02, quarta-feira, a Assembléia Geral Extraordinária ocorrerá no mesmo local das anteriores, no RIO’S PRESIDENTE HOTEL, situado na Rua Pedro I, 19, Praça Tiradentes, Centro, Rio de Janeiro, RJ (em frente ao ICCE Centro); com a 1ª Convocação às 18h30min.

Agradecemos os policiais civis pela participação em massa na greve e pedimos um voto de confiança em nossa árdua luta.

Os policiais civis estão de parabéns, pois demonstraram que sabem realizar paralisações com inteligência, com legalidade e de modo pacífico.

Nesta sexta-feira, dia 10/02, durante a greve, foram registrados apenas 1.045 registros de ocorrências. Quando comparado com a sexta-feira anterior, dia 03/02, que registrou 3.445 registros, verificamos o sucesso da participação dos policiais civis no movimento.

Importante salientar que continuaremos atuando contra as possíveis ilegalidades ocorridas no início da greve geral, como fizemos ao impetrar habeas-corpus a favor da liberdade do Cabo Bombeiro Benevenuto Daciolo.

Informamos que a greve não foi encerrada e sim suspensa, portanto, contamos com a presença de todos na Assembléia para decidir o futuro da categoria nesse momento histórico.

SINDPOL RJ

7 comentários:

Anônimo disse...

Rái, rái, rái...

Não era vc que estava feliz com a adesão à "greve"? Como é que dizia mesmo aquele personagem do grande Otelo?-Ih,faiou!

douglas da mata disse...

Pois é,

Eu não falhei. Tenho certeza disto.

Mas não controlo todas as variáveis, e perder faz parte do jogo.

Mas a felicidade que tive não se apaga.

Agora é hora da tristeza e de tolerar comentários como o seu.

Uma pena que você não tenha percebido o quanto perdeu também com a continuação da precariedade da vida de quem zela e protege a sua.

Um abraço.

Marcos Junior disse...

Caro Douglas.
Felizmente ou não nem tudo na vida é como desejamos,agora você pensar em por fim ao blog é um pouco demais,precisamos de gente como você,que embora muitas vezes não concorde com oque diz tem a coragem e o peito de dizer.Grande abraço

George AFG disse...

Concordo muito contigo nessa questão dos blogs, alguns inclusive como o do PH Amorim tiveram uma posição extremamente incoerente e desinformativa (sem contar a censura nos comentários) bem parecida com a postura da grande mídia.

douglas da mata disse...

Marcos,

O liame que dá consistência é a complementaridade e sua independência.

Sem ingenuidade, é óbvio. Sem hipocrisias.

Todo mundo aqui sabe qual é a posição política de cada um, e isso não diminuiu nossa capacidade de alavancar uma plataforma de comunicação que desafiasse a mídia corporativa em um ponto sensível:

Ela tem posição política como nós, mas esconde tal interesse sob o manto da "relevância jornalística".

Infelizmente, na rede blog local, com raras e honrosas exceções, a luta política invadiu o debate sobre greve da polícia e até na questão da segurança e constituição.

Vi e li gente defender coisas que nos ameaçaram quando não éramos poder.

Aí eu penso: então quem jogou na minha cara o tempo todo que tudo era igual tinha razão?

Não sei, resisto a acreditar nisto, mas também não consigo acreditar mais na capacidade da blogosfera de manter a coerência até quando suas escolhas políticas estão erradas.

Sempre fui um apoiador inconteste do Lula e da Dilma, briguei e me isolei pela minha forma açodada de levar isso à cabo.

Mas nunca deixei de colocar as críticas aos desvios e erros do nosso governo, até porque entendia, por questão de lógica, que é muito melhor participar e chamar o debate que deixá-los ao manipuladores.


O que me movia dentro da rede de blogs acabou.

E por isso, vou repensar este tempo todo que passei por aqui.

Um abraço.

Marcelo Siqueira disse...

Darcy Ribeiro uma vez comentou que perdeu todas as suas batalhas, mas que não tinha problema, pois ele teria vergonha de estar ao lado de quem venceu.

Anônimo disse...

Para o anônimo de 21:18,faiou agora,mas lá na frente...

Frase de Buda.

Tudo o que nasceu vai morrer, tudo o que foi reunido será espalhado, tudo o que foi acumulado terá fim, tudo o que foi construído será derrubado, e o que esteve nas alturas será rebaixado."