domingo, 12 de fevereiro de 2012

O pau que dá em Chico, mas sempre esquece de Francisco!

O blog não demoniza ação política, e nunca o fará. O blog tem as suas e todos abem quais são. Criticar a conduta do Governo Dilma na condução dos processos de reivindicações policiais ao redor do Brasil, expor as contradições não significa rompimento com tudo de bom que está acontecendo, como legado do Governo Lula. Minha luta corporativa não é o único filtro com o qual enxergo a sociedade e a política.

Mas reconhecer isto não me dá o direito de deixar de apresentar tais críticas, até para aperfeiçoar aquilo que acredito. O dissenso fortalece, e consenso sem conflito é adesão pura e simples, despolitizadora e aduladora.

Este foi o comportamento vergonhoso dos blogs que estão na oposição ao casal da lapa, e por conseqüência no campo de influência do governador do Estado, le petit cabral.

Claro que ninguém vive isolado em política, e este blog mesmo, na eleição, defendeu o voto no governador, em  nome do projeto nacional, que trazia Dilma na frente.

No entanto, isto não significa uma rendição absoluta dos princípios nos quais acredito. Os blogs daqui calaram de forma acintosa, ou fizeram pior: repetiram os textos e coberturas do PIG, sem corarem as faces.

Mais uma vez defendo o direito às escolhas, só não defendo a cínica desculpa de esconder esta escolha sob o manto da "relevância jornalística" ou da "imparcialidade". Este é o motivo da morte da rede blog local, que já cambaleava por estas razões.

Leiam o que escreveu Marcos Pedlwski em saeu blog sobre o tema:

TEM BLOGUEIRO CAMPISTA QUE USA A FIXAÇÃO EM ANTHONY GAROTINHO PARA ESCONDER OS MESMOS ERROS NOS QUAIS SÉRGIO CABRAL É IMBATÍVEL


Já tem algum tempo que me cansei de ver muitos blogueiros atuando e refletindo sobre o mundo político-partidário de Campos dos Goytacazes tratando Anthony Garotinho como o gafanhoto rei que a tudo consome, enquanto fecham os olhos e os seus blogs aos mesmíssimos erros se estes são cometidos pelo (des) governador Sérgio Cabral.

Essa postura monotônica não só é aborrecida, como também acaba contribuindo para que não tenhamos uma visão verdadeiramente crítica acerca dos problemas que nos afligem como sociedade todos os dias. Não que Anthony Garotinho não mereça ser criticado por seus erros e equívocos, pois merece.  Mas apenas criticar Garotinho, isentando Sérgio Cabral de todos os desmandos e absurdos que são cometidos em seu governo é de um cinismo desqualificador de qualquer tentativa de crítica que estes blogueiros façam a Garotinho.

No caso específico da repressão às greves dos servidores da segurança pública, alguns blogueiros estão atuando igual ou pior do que os órgãos da mídia corporativa de onde tiram seus argumentos contra as justas reivindicações de policiais e bombeiros.  Dai que não fica difícil de entender porque é quase certo que Anthony Garotinho continuará mandando por muito tempo na vida partidária de Campos dos Goytacazes.  É que, ao contrário do que muitos pensam, a população pobre que compõe a maioria do eleitorado ouve a tudo com ouvidos muito atentos, para depois tomar decisões muito pragmáticas em relação ao seu voto. E do jeito que andam as coisas, não fica difícil imaginar que quando Outubro chegar, Garotinho vai emplacar seu candidato (sua esposa ou quem ele  designar) e ficar  mais quatro anos na Prefeitura de Campos.

E quer saber de uma coisa, que nenhum blogueiro que se diz de oposição venha reclamar dos eleitores mais pobres. O mais correto é que procurem conforto e colo com Sérgio Cabral. O único problema para alguns é que terão de viajar para Paris, para onde normalmente só vão os verdadeiros camaradas do atual (des) governador.

Um comentário:

Anônimo disse...

O artigo do Governador Sérgio Cabral intitulado ‘A paz traz liberdade e desenvolvimento’, publicado pela Folha de S.Paulo, precisa ser comentado. Em todo o texto, escrito a convite do próprio jornal (estendido apenas ao candidato do PV, Fernando Gabeira), Cabral fala de duas questões que considera prioritárias no mandato que passou e noA paz se conquista com Justiça Social, conceito que este representante – afundado em seu compromisso com os interesses da burguesia – jamais entenderá que provavelmente virá: segurança e educação
Diante do fato da segurança ter entrado en greve,por causa mais que justa,Qual foi o troco que Cabral deu?
todos nós sabemos o que representa a policia para a poulação,E o estado que faz por esses policiais?
Estado, historicamente ausente por opção político-econômica, discriminatório por determinação social e violento por necessitar de sua ordem
burguesa?É aceitável que se puna o policial.

está enganado
está errado em uma questão onde não cabe mais o erro
até mesmo os mais reacionários sabem: o instrumento mais eficaz, mais racional, mais verdadeiramente efetivo na promoção da paz (da verdadeira paz) é o desenvolvimento
Essa é uma inversão de valores que, fruto de aspirações políticas ou de ignorância, não se pode admitir de um Governador de nenhum Estado do Brasil ou do mundo.
Essa é uma inversão de valores que, fruto de aspirações políticas ou de ignorância, não se pode admitir de um Governador de nenhum Estado do Brasil ou do mundo.
Ao Sr. Governador é preciso mostrar que a paz se conquista não com armas, não com violência, não com criminalização do pobre. A paz se conquista com Justiça Social
conceito que este representante – afundado em seu compromisso com os interesses da burguesia – jamais entenderá
viver em cobertura de luxo e com carro blindado, isso tudo é muito fácil. O difícil é abrir o espaço de seu governo para o diálogo, para a diferença e finalmente, para o injustiçado. Isso ele não faria nem se quisesse