segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Não podemos perder o bom humor!



9 comentários:

Anônimo disse...

Eu não tenho formação nenhuma e já peço desculpa se eu falar besteira. Eu sou a favor sim da greve, mas pegar um período no Brasil em q a violencia aflora não seria no mínimo irresponsável? E a população, no geral, do bem é q vão sofrer as consequências...
Por quê não ir pra rua e mostrar serviço, prender, efetivar o seu trabalho pra mostrar q merece o aumento a cruzar os braços e fazer c que a população q nada ten a ver sofra as consequências?

douglas da mata disse...

Caro comentarista,

O que você reivindica (o bom serviço) já tem sido feito, e o governador tem "surfado" sua onda de popularidade em cima dos resultados que nós damos, embora as condições sejam as piores.

O principal nome do governo não é o secretário da saúde, ou da educação, é o da segurança, às nossas custas. As custas de nossas férias adiadas, folgas suspensas, delegacias sem condições de funcionamento e falta de pessoal.

Irresponsável é a postura arrogante e autoritária do governo que nos enrola há seis anos.

Uma hora a paciência chega ao seu limite.

A população é "do bem", mas também deve ter responsabilidade pelas escolhas que faz, e deve cobrar nas urnas esse incômodo, pois as autoridades são eleitas para resolver problemas e não empurrá-los com a barriga até que explodam.

TODOS, eu digo TODOS os canais de negociação foram esgotados e este governo não demonstrou a menor sensibilidade para resolver a questão.

Vencimento de 622,00 reais e você quer que eu me preocupe com Carnaval?

Gratificação que some do contra-cheque quando eu mais preciso, e você quer que eu me preocupe com o nível de violência?

Dinheiro para propaganda e para empresários, e banana para o servidor, e você quer dedicação a desprendimento? Não dá.

Ou a população pressiona, e aprende a cobrar dos governos o uso de seus impostos no que é essencial, ou tais crises se repetirão ad eternum.

Um abraço, e grato por sua participação.

Anônimo disse...

Talvez eu continue falando besteira, mas não estou reivindicando nada e muito menos defendendo qq governo q seja. Só coloquei minha opinião e repeito a sua muito bem explanada por vc dentro do que vc acredita.
Se um policial não está preocupado com o carnaval, com o nível de violência, tá na hr de se preparar pra outro concurso, em outra área. Culpar a população q não sabe votar é no mínimo um argumento ingenuo ou de uma pessoa como eu que não sabe escrever bonito.
Na minha área, eu ganho muito mal, sou concursado a minha classe já está no limite tb de ter usado de todas negociações, mas em nenhum momento pensamos em parar. Muito pelo contrário gostamos de "provar" nossa competência p q tenhamos aumento de salário. Afinal, cuidamos de vidas e dar de ombros pra elas só causa antipatia e alimenta os maus políticos.
E outra coisa como foi c os bombeiros ano passado q o PR via um ex-governador vcs estão sendo usados pelos políticos q como sempre estão visando seus próprios interesses.
Espero q vcs consigam o q lhes é d direito, pq merecem!!!

Anônimo disse...

Postado por SOBREVIVENTE NA PMERJ On terça-feira, 7 de fevereiro de 2012
ORIENTAÇÂO PARA OS DESAVISADOS!
Amigos, Eu sou o autor do texto "esclarecimento sobre a greve no Rio de Janeiro). Deixo um forte abraço a todos do blog. "Abaixo, alguma orientações aos companheiros, para a dia 10 de fevereiro: 1 – No dia da greve, e enquanto esta durar, NÃO PORTE SUA ARMA. Não vamos incidir no erro de sermos acusados de uma revolta armada.

2 – Não vamos ocupar nenhum prédio ou partição pública, em forma de protesto. Estaremos em nossos batalhões, porém caso haja uma ordem legal de desocupação, sairemos e ocuparemos a via pública, porém sem prejuízos para o trânsito.

3 – Não bloquearemos ruas ou avenidas: O direito de ir, vir e permanecer do cidadão é constitucional, e não nos trará benefício algum ir contra ele.

4 – Em caso de envio de tropas de contenção, como, por exemplo, o exército ou a força nacional, nós NÃO ENTRAREMOS EM CONFRONTO, SOB HIPÓTESE ALGUMA. Não daremos nenhuma razão para que eles transformem nossa PACÍFICA REINVIDICAÇÃO em uma REVOLTA VIOLENTA.

5 – Caso haja algum companheiro que deseje sair às ruas para cumprir sua escala normalmente, RESPEITEM. Sob hipótese alguma pratiquem qualquer ato que possa atentar contra sua integridade moral e/ou física. Na Bahia, apenas uma parte da corporação parou, e já foi o suficiente para que ficasse clara a necessidade e a importância dos serviços que prestamos.

6 – Caso algum superior dirija-se à tropa, não o ofendam de forma alguma. Limitem-se a manter o silêncio, ou ainda, continuem conversando sobre quaisquer assuntos com seus companheiros.

7 – Caso seja decretada por autoridade legal a prisão de algum integrante do movimento grevista, NÃO OBSTRUAM O CUMPRIMENTO DA ORDEM. Neste caso, buscaremos junto aos juristas que nos apóiam, bases legais para resolver este conflito.

8 – Não tolerem, sob hipótese alguma, comportamento violento e/ou criminoso por parte de quaisquer integrantes do movimento grevista. Aos líderes existentes em cada unidade, alertem aos companheiros que nenhuma conduta deste tipo será tolerada, e que os infratores serão encaminhados à autoridade legal. Não se reivindica direitos mediante conduta criminosa. Terroristas fazem isso, NÓS NÃO! 9 – Não permitam que ninguém de fora do nosso meio, com interesses divergentes dos nossos (político, por exemplo), integre nosso grupo. Não seremos ferramentas eleitorais de ninguém.

10 – Agiremos dentro da máxima legalidade. Não responderemos a provocações, insultos ou ameaças. No acontecimento de qualquer um desses fatos, vamos FILMAR a pessoa ou grupo que o pratica, e divulgar pela internet, para que todos saibam que nossa reivindicação é pacífica. Este é um momento de luta por direitos, meu companheiros. É a nossa hora, nosso dia. O gigante despertou e não mais permitirá abusos, não será mais subjulgado a rotinas de trabalho escravocratas, nem tampouco a migalhas salariais.




Sabemos que nossos policiais e bombeiros cariocas são conhecidos e admirados em todo o Brasil por sua coragem. E agora, mais uma vez, daremos uma prova dela. Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro; Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro; Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro;


Sabemos que nossos policiais e bombeiros cariocas são conhecidos e admirados em todo o Brasil por sua coragem. E agora, mais uma vez, daremos uma prova dela. Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro; Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro; Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro;




JUNTOS, RUMO AO DIA DA NOSSA VITÓRIA...!!!"






Meus companheiros, pudemos assistir nos últimos dias alguns erros cometidos pelos companheiros da PMBA, e acho oportuno retirarmos daí algumas lições para o nosso movimento. Está claro que a todo instante, diversas correntes pró-governo tentam a todo custo virar a situação, nos colocando como baderneiros insubordinados. Sendo assim, convém salientar alguns pontos:

Anônimo disse...

Esse anônimo das 22:34 deve ser algum politico,ou algum DAS,ou algum laranja ,que ganha os tubos,só Deus sabe como,falar para os policiais ir pra rua mostrar serviço,Ah, pelo amor de Deus né,o que se tem lido em jornais ,blogs,o quanto esses homens tem feito,apreendido drogas ,achando drogas escondidas em cemitério ,entres outros afazeres,se arriscando por essa sociedade,que ainda os critica,com esse salário vergonhoso e miserável,esses homens tem a dignidade de ir pra rua arriscarem suas vidas,a troco de que?

Anônimo disse...

Recebi vários e-mail, com postagens similares, devido as cagadas do petralha Jaques Wagner o povo baiano está lançando o movimento DESCOCUPA WAGNER, aqui no Rio existe o FORA CABRAl.

Na prática sabemos que esses paspalhos não vão sair do poder, a não ser que apareça um vídeo BOMBA, como aconteceu com o ex-governador José Roberto Arruda
Mas uma coisa é certa, a internet está se popularizando, cada dia mais pessoas tem acesso a rede, e em breve políticos omissos, vagabundos, e enganadores terão grande problemas para se elegerem devido a movimentos como FORA CABRAL e DESOCUPA WAGNER.
Reprodução do site Camacari Urgente

Anônimo disse...

Concordo c o anonimo. Sem falar que é incontitucional. E me desculpe é uma classe desgastada onde a população nem admira tanto como antigamente. Não vou generalizar, pq em toda profissão tem bons e maus profissionais, mas nessa área aonde eu conheço pelo menos uns 6 no meu bairro e não ouço um elogio a esses seres

douglas da mata disse...

Comentarista das 13:16,

Vamos aos fatos: Ninguém usa milhares de policiais, bombeiros e outros agentes.

Que integrantes da oposição faturem politicamente com o desgaste provocado por incompetência dos governos é do jogo político, e não da luta sindical.

Pretender vincular as duas coisas é fazer coro a quem pretende desqualificar e desrespeitar os reivindicantes.

Outra coisa, e vou repetir: Não se trata de "culpar" a população pelas suas escolhas, mas apenas dizer o óbvio e parece que você não entendeu ou não quis: Se o mandato conferido representa escolhas políticas e se essa pollítica, no tocante a valorização do servidor, tem dado errado, não há como cair na chantagem que diz que "coitadinha da população". Ora, não há vítimas, há, como disse, escolhas e resultados.

Ela é sim, responsãvel pelos seus governantes, ou estes cairam de para-quedas? Usurparam seus cargos? Creio que não.


Quanto a questão de trabalhar para provar merecimento, eu nem vou alongar muito:

Salário digno é DIREITO CONSTITUCIONAL de quem exerce uma profissão, e ponto. O nível de excelência depende de muitos outros fatores que trasncedem a capacidade pessoal de cada um e seu comprometimento e requer, desde condições ideias(nunca fornecidas) até métodos de fiscalização e controle(que sempre são usados para punir, e nunca melhorar o serviço), e enfim do EXEMPLO de cima, que NÃO EXISTE.

Se a sua categoria prefere "mostrar serviço" para sensibilizar as autoridades, bom para vocês, mas felizmente, cada categoria em uma Democracia usa as ferramentas de reivindicação que decidir livremente.

Só temo que você svão cansar de esperar.

Um democrático abraço.

Anônimo disse...

"Esse anônimo das 22;34 deve ser laranja..." Ai pelo amor de Deus...Eu sou um cidadão q tenho opiniões, sou bem informado. Tanto é q está pipocando na mídia a ligação de políticos nessa greve...
Em nenhum momento eu dismereci a profissão do policial, só acho q nesse momento seria um caos p a população e q seria uma atitude irresponsável.
Ninguém precisa receber DAS p estar antenado c a realidade. Vcs já estão ficando neuróticos com isso e por isso q Campos, o Brasil está a bagunça pq cada um quer se envolver c um político p tirar vantagem pessoal e prejudicando a grande população. Sou um cidadão q pensa. Só isso!!!