sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Não existe liberdade de imprensa no Brasil!

O que determina a pauta e as escolhas editoriais da mídia brasileira é sua necessidade interminável em conquistar verbas públicas do Orçamento.

Há um perigoso e anti-democrático jogo, onde a mídia fala o que interessa ao governante, arruma o dinheiro, e devolve em apoio e o famoso caixa-dois que transborda nas contas de propaganda e marketing, valores que nunca podem ser auditados pela sua natureza infungível.

Durante a GREVE, o papel da esmagadora maioria da imprensa tem sido absolutamente vergonhoso. Mas isto era, de certa forma, de se esperar.

A chamada liberdade de imprensa é escrava de seus interesses econômicos.

Quem lê os blogs ligados aos sindicatos e as páginas das redes sociais, pode ter uma visão absolutamente distinta do que se vê e ouve na mídia cretina.

O mais grave é ver e ouvir alguns blogs, chamados progressistas, entoarem os cânticos vomitados pelo PIG, ora criminalizando o movimento, ora induzindo a conclusão de que fomos "aparelhados". Tudo isto para servir a adesão ao governador que anda no colo da DELTA e da LLX, e nos cobra honradez.

Por fim, repercutem a lenga-lenga do formalismo jurídico, ampliando a voz dos mesmo juízes e advogados que se locupletam no mais corrupto e mais autoritário e verticalizado sistema jurídico internacional, que só prende preto e pobre.

Mas é nas crises que aprendemos e avançamos.

Nenhum comentário: