sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Alternativa?

Tem um monte de gente que anda falando asneira por aí. Umas já são acostumadas, mas outras, aparecem nesta nova função de forma surpreendente.

O jargão delas: Todo apoio ao pleito por salários e condições, mas não com greve.

Ué, e como pressionar um governo que não negocia, e só ouve o que quer, e diz que fez demais, quando não fez nada?

DIGO E REPITO:

O VENCIMENTO DE UM POLICIAL CIVIL COM 08 ANOS DE CARGO É DE 622,00 REAIS.

POLICIAL CIVIL GRÁVIDA EM LICENÇA-MATERNIDADE PERDE METADE DO SALÁRIO.

PAGAMOS PREVIDÊNCIA OFICIAL SOBRE TODAS AS GRATIFICAÇÕES E NÃO AS LEVAMOS PARA APOSENTADORIA, ISSO É APROPRIAÇÃO INDÉBITA.

A GRATIFICAÇÃO TENEBROSA, CRIADA PELO AGORA DEPUTADO 22, E MANTIDA PELO ATUAL GOVERNADOR, DE 850,00 REAIS É RETIRADA EM QUALQUER AFASTAMENTO POR DOENÇA, SEJA ELA NO EXERCÍCIO DA FUNÇÃO OU NÃO.

Eu tenho uma proposta: Como só leva dinheiro do Orçamento quem "ajuda" a campanha do governador, quem sabe se a gente fizer uma "vaquinha" daqui até 2014 para ajudar na campanha do sucessor a gente leve um aumento digno.

Ou se a gente alugar um jatinho ou um helicóptero, para emprestar ao ético e probo governador, como fazem a DELTA/ cavendish e o senhor X?

Ou se a gente ajudar a pagar um aluguel de um apartamento na bela Paris?

Será que assim a gente pode deixar a população do Rio em paz, e não ter que incomodar com este troço de greve?

Engraçado ouvir no PIG o governador falar que o policial e bombeiro sabem de suas responsabilidades, direitos e deveres quando assumem um cargo público, e será que o governador sabia e se esqueceu, ou serão as más companhias?

Será que sabe e se lembra que dinheiro público é para o TODO o público, e não apenas para a parte mais rica dele?

Onde está o código de ética prometido no calor da emoção e do mal estar na queda do helicóptero? Virou "saudade"?

2 comentários:

Tadeu disse...

Douglas,tem que ir a luta mesmo,só assim conseguirão,tb tenho certeza que vc's não vão deixar políticos que deveriam ajudar mas que estão doidos para fazerem o samba atravessar em plena avenida.
Sds

douglas da mata disse...

Tadeu,

Você sabe pela sua longa experiência que toda vez que o trabalhador procura se mobilizar, os governantes e patrões tentam desqualificar os movimentos, aludindo a "aparelhamento".

Eu fico triste é quando setores da esquerda, e do meu partido, que sofreu na pela essa injustiça, acabe por dar eco a essas mentiras e desrespeito, justamente nós que sofremos tanto com elas, quando estávamos na oposição.

Os laços de solidariedade política com o governador não deveria suplantar o apoio a luta justa dos policiais.

Há princípios que estão além de alianças ou da participação em governos.

Um abraço.