terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Acabou o milho, acabou a pipoca.

Bom, o vice-governador, posando de líder da reconstrução dos estragos, como um autêntico candidato, chegou a conclusão óbvia, ou seja, sem intervenções estruturais e definitivas, o caos se repetirá.

Cômico seria, se não fosse trágico para nós, é tomar conhecimento que o governo do Estado não tem o dinheiro para realizar os projetos necessários em sua totalidade.

Ué, teve dinheiro para bancar a "ajuda" ao megalômano projeto do Senhor X, tem dinheiro para propaganda, tem dinheiro para torrar com a FIFA, CBF e COB, mas não tem para salvar pessoas das cheias com medidas preventivas e estratégicas?

Pois é, quem sabe esse pessoal que levou o dinheiro dos impostos resolve doar uns colchonetes?

Nenhum comentário: