sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Monumento a impunidade.

O tema já está chato, eu sei.

Mas eu não consigo parar de pensar na obra da beira valão. Ela é um símbolo.
Não falo apenas da natureza predatória, rasteira, imediatista e irresponsável desse governo, ou pela escolha de um modelo político que privilegia intervenções urbanas duvidosas, que serão revertidas em apoio financeiro de campanha. Só isso já seria grave.

Eu me refiro ao fato de que a prefeita da cidade de 2 bilhões de Orçamento vá inaugurar, acredito que com toda pompa e circunstância, a maquiagem de um valão de merda à céu aberto, adornado com alguns efeitos visuais para disfarçar a visão horrível de quem passa mais apressado.

Eu sei, eu sei, esse pessoal aí foi eleito pela população,blá, blá e blá, e a julgar pelo estado no qual se encontram as periferias dessa cidade, essa obra enfeita-côco nem é o que há de pior.

Mas na Democracia há alguns detalhes que não podem ser esquecidos: O mandato não é cheque em branco, e  nem autorização para exceder ou deturpar os poderes ali conferidos pelas urnas, daí, como sempre, o papel fiscalizador que incide sobre as ações executivas: o Judiciário e o Legislativo.

Então, vamos combinar que já não cola mais essa conversa fiada de que toda e qualquer tentativa de frear os escandalosos desvios de dinheiro público para alimentar a máquina eleitoral do casal da lapa é tentativa de "ganhar no tapetão".

Muito menos, na Democracia, as minorias devam ser esmagadas pela maioria, e nem precisa lembrar a surrada piada: Oito judeus em uma sala não tem o direito de matar dois palestinos apenas porque os últimos estão em minoria.

O mandato popular que nasce contaminado pelo desequilíbrio, pelo abuso de poder econômico e político, e enfim, pela falta absoluta de transparência no seu exercício não é digno de ficar a salvo da interferência de  outros poderes, até porque, eles se regulam entre si como prevê nossa Carta Constitucional.

Desse modo, eu pergunto: Como podem o Judiciário, o Ministério Público, o Tribunal de Contas do Estado e da União, a OEA, a ONU, a Federação, o Império ou a República dos planetas do StarsWars, ou quem quer que nos valha nessa hora, permitirem que se gaste milhões de reais para enfeitar um rio de merda?

Como não interferir nesse mandato?

Perguntem a cada um dos cidadãos que a elegeu se, nas suas casas, eles mantêm os vasos sanitários entupidos até extravasarem, para depois adornarem o infecto e mal cheiroso banheiro com frufrus e toalhas bordadas e rendadas, ou sachês e assentos decorados.

Como pode a Justiça deixar de cessar um loucura dessas?

Se isso não é desvio do mandato, nada mais será. Se isso não é improbidade, locupletemo-nos todos.

Era melhor para nossa imagem institucional Brasil e mundo afora, manter o índio sentado no toco, na entrada dessa terra absurdamente real.

Aliás, está aí uma sugestão de última hora: Resgatem o índio e o façam sentar por cima de um dos arcos, como se ali estivesse a dar uma cagada ancestral.

Talvez aí esteja a chave de nossa maldição.

4 comentários:

Jean disse...

Douglas,

Concordo com quase tudo que você tem dito, inclusive nesta postagem.

Agora, não dá para deixar de rir com imaginação da cena da "cagada ancestral".

Continue firme!

Jean

douglas da mata disse...

Jean, o humor é a chave, sempre!

Carlão disse...

Deveria ser monumento a sacanagem que os "inhos(as)" vem fazendo com a cidade! Aquilo lá vai ficar além da cagada,literalmente,um horror! Uma verdadeira excreação mental de quem deu a idéia, mas que, de qualquer forma, serve para fazer "caixa" para o ano que vem!

Antonio Rangel disse...

Vamos já parar com essa estória de "Casal da Lapa"!

Vamos falar a verdade! Casal do Condomínio Fechado e de Luxo!

Condomínio Rural NashVille Park (Casa dos Garotinhos / Mauro Silva)
Rua José Américo Mota Pessanha, 135 - Esplanada, Campos dos Goytacazes - RJ
Cep: 28055-035

..O que gosto Nashville é que os terrenos são imensos, pois tem um status de condomínio rural, apesar de ser próximo da área central. E tem pista de equitação e baias para cavalos. Acho isso um luxo. Não precisar ir a pecuária ou ao jockei para andar em uma pista ou guardar um cavalo. Poder fazer isso dentro do seu próprio condomínio é muito foda!!

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=853890&page=3