quarta-feira, 16 de novembro de 2011

A vida como ela deveria ser.

Há dia mais estranho que uma quarta-feira com cara de segunda, depois de um feriadão, e com um chuva torrencial, como de derramasse milhões de gotas de preguiça sobre nós?

Mas não devemos nos entregar a melancolia.

Afinal, temos uma grande imprensa nacional e regional que nos protegem de todas as más notícias, não por interesse pecuniário, ou por desejo de manipular a informação para seus sócios e patrocinadores, mas apenas pelo dever cívico de zelar pela nossa felicidade.

Vazamento de óleo? Onde? Quem? Chevron-Texaco? Não sabemos. Quer dizer, agora sabemos, graças ao pessimistas, sujos e boquirrotos da blogosfera. Ô, pessoalzinho pr'á baixo.

As obras do canal da beira-valão de cocô vão terminar, mas o cocô continuará lá? Que nada, é só olhar o mundo sob outra perspectiva.

O Nem tá preso. Pronto, todos nossos problemas acabaram, nossos imóveis vão valorizar e a Leda Nagle vai poder receber seus amigos em casa, e quem sabe todos possam sair de lá, altas madrugadas, dirigindo seus carros depois de se entupir de um bom uísque, sem o risco de errar o caminho ou serem admoestados por esses vendedores dessas drogas horríveis. Por que não vendem uísque  como gente normal?

Ah, em Wall Street ninguém sabe bem o que acontece, e eu acho que esse pessoal não tá falando nada contra o capitalismo, que também não morrerá nunca, e pronto, nem vale à pena debater isso...você sabe como anda a novela?

O IDEB daqui é um dos piores do Brasil? Mentira. Isso é invenção da oposição. A culpa é sempre da oposição, embora ela não governe nada, porque, justamente, é oposição...mas para quê fazer algum sentido?

Cobrou consulta social? Prende o médico. Ué, mas isso não existe há séculos? Mas só o médico?
Êita, fica quieto aí, meu filho, senão eu prendo e arrebento, olha que você é minoria, e democracia é vontade da maioria de esmagar a minoria, portanto, cala boca até que você possa mais do que eu. Enquanto isso, escolhemos um bode(expiatório), e tiramos ele da sala, e botamos na cela.

E você, onde estava que não foi a marcha da corrupção? Tsk, tsk, tsk, que vergonha. Larga mão dessa mania de tentar ser coerente, menino. O que importa o fato de que você marche para linchar moralmente os políticos que você mesmo escolheu? Marche, e pronto! Cumpra o seu papel e seja feliz.


Viram? Não há com que se preocupar, tudo vai dar certo, o mundo é maravilhoso, e não há com que se preocupar, tudo está sob controle!

Já tomou seu remedinho hoje? Não, não, esse não, esse é proibido. Tô falando daquele que vem com bula e receita.




Nenhum comentário: