segunda-feira, 17 de outubro de 2011

As amigas-da-onça da Educação.



Recentemente, minha caixa de e-mail tem recebido mensagens de um grupo que se autodenomina, "amigas da educação".

Texto cuidadoso, quase sorrateiro. Um corolário de boas intenções, indignação contida, quase sufocada, a pretenderem uma suposta vitimização. Lutadoras é o que suporíamos.

Alguns blogs mais afoitos, daqueles que acham que qualquer lixo merece atenção, desde que fale mal do casal da lapa, publicaram algum material desse pessoal. Mais ou menos como faziam com a revista que era a$$im, e ficou a$$im.
Agora têm que fingir falsa surpresa, ou fazer contorcionismo para renegar o que replicavam, a despeito de todo péssimo conteúdo.

A bola da vez são as "amigas".

As "amigas" se orgulham em cada texto de mostrar suas "credenciais", pois hipotecaram sua fidelidade a prefeita ou a secretária(que chamam de generala) e ao modelo de gestão escolar que loteia as diretoras(que elas chamam de capitães), todas juntas para marchar em defesa de "ideais nobres e salvadores".

Nesse cacoete do discurso, um ato falho, a máscara cai: A falsa decepção engana incautos.

Ora, quem suporia que um grupo como esse acreditaria em uma prefeita que, quando governadora, espancou e apimentou professoras às portas do palácio?

Na verdade, as "amigas" choram o racha do grupo que fazem parte e sua insatisfação nada se relaciona com um projeto ou com políticas públicas de Educação que privilegiam o interesse público, e em suma, o interesse da comunidade que envolve as escolas.

Brigam para impor o nome ao qual estão subordinadas, e tentam emplacar uma indicação, usando a força da blogosfera para tanto.

Não há nada demais nisso, isso é parte da luta política, desde que todas as premissas estejam claras, e não se escondam atrás de falso luto.

As "amigas"nada mais são que outra versão da fratricida luta pelo butim. Sequer têm a coragem de assumirem seu protesto particular.
A Educação que as tem como amigas, não precisará de inimigas.
E por isso, talvez, por tão longa "amizade", nossa Educação pareça uma piada de péssimo gosto.

Um recado para as "amigas": Querem lutar pela Educação? Procurem o sindicato. Ou pior: Vão se catar!

6 comentários:

Anônimo disse...

Não passa de disputa interna do grupo. O grupelho da Sra. A X o grupelho da Sra.J. Farinha do mesmo saco.Gente imunda e incompetente que fez o mesmo na rede estadual.

Anônimo disse...

Bravo!!! Dessas "amigas" da educação ninguém precisa!!!! Facilmente manipuláveis. Não tem opinião própria!!! Eu tenho várias conhecidas da área e fico espantado como são desinformadas!! Só fazem cursos se tiverem a certeza q terão aumento salarial! E qdo termina o curso, não sabem uma linha do q foi dito !Uma vergonha! Educadores de verdade hj é uma excessão. São um bando de incompetentes!!!

Professora Hilda Helena disse...

Essas onças não são pardas são rosas!!!!!!

Anônimo disse...

sindicato? hum sindicato com sergio almeida é uma ineria danada
sergio almeida nunca esta no sindicato ou esta na camara assessorando altamor barbara ou esta na prefeitura ou seja o sindicado é governo....
a pauta de reinvidicacoes de 2011 é uma piada pediram 40% a prefeita deu 5 e ficou por isso mesmo...
uma coisa eu te falou essa gestao de swergio almeida no sindicato é uma so,,,,qualquer ze das couves que vir ganha ele

Mônica de Sousa disse...

Anônimo das 15:45, o sindicato referido pelo articulista é o SEPE e não o sindicato de coleira desse Sérgio. Saudações

douglas da mata disse...

Monica, grato pela observação correta.

Um abração.