segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Eles sabem disso!

O Império da Lapa chegou naquele ponto de "não-retorno", onde o caminho para o fim está mais próximo que  perscurso que fizeram até o ponto mais alto, que já ficou para trás há muito tempo.

Agora é só descida, e a gravidade é uma lei irrevogável por decreto ou por delírios, ainda que aplicada a instável política.

Foi assim com ACM na Bahia e com outras dinastias pelo país afora, maiores ou menores.

Resta saber quanta força tem a oposição para determinar a queda do monstro em quanto tempo, e se sobrarão alguns restos insepultos, como ACM neto.

Mas isso a História se encarrega de responder.

Um comentário:

Anônimo disse...

Não vejo a hora do "Imperinho" desmoronar de vez.
Precisamos urgentemente de outra liderança.
Só em pensar que a Rosinha poderá ser reeleita tenho aumento de pressão.
Como ficou o processo que a tirou do cargo e retornou?