quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Chegou o dia!

Todos sabem a rejeição que nutro pelos jornais da cidade, principalmente pelo jornaleco que embrulha peixe podre. Mas sabemos todos, também, que sempre há um momento que você concorda com que o outro disse.

Uns desconversam, outros têm a coragem(ou a ingenuidade) de admitir.

Pois bem, a coluna Ponto Final, espaço reservado para destilar o mais genuíno conservadorismo provinciano da terra dos papa-goiabas, afinal, deu uma dentro.

Reconhecer o acerto do velho Brizola, embora um pouco tarde e de forma oportunista(pois na época o jornal engrossava as fileiras de quem chamava a iniciativa de populismo ou caudilhismo) é merecedor de nossos aplausos.

É isso. Sistema educacional caro é aquele que não funciona. E ponto final:


Ponto Final

Falência

A falência do ensino público brasileiro nos níveis fundamental e médio ficou bem clara. A culpa não é do professor, dos alunos, dos pais ou das escolas. A culpa é do estado em todos os níveis, e isso vem se arrastando não é de hoje. O melhor projeto de Educação deste país era o CIEP em tempo integral, concebido pelo então governador do Rio, Leonel Brizola, que foi considerado inviável pelo seu custo.

O custo

Então é uma questão de prioridade de investimento. Brizola tinha credenciais para isso, porque como governador do Rio Grande do Sul resolveu a parada. No Rio, chamou o professor Darcy Ribeiro, um dos mais brilhantes educadores brasileiros, para comandar o programa. Mas era um projeto considerado caro. Caro é gastar com essa fórmula que está em vigor. O resto é conversa para boi dormir.

Um comentário:

Anônimo disse...

seria pq hj o ponto final naum é mais escrito só pelo dono do jornal (que, na verdade, talvez só assine a coluna)? as notas podem ser de um quase homônimo.