terça-feira, 16 de agosto de 2011

Ué 2?

Bom, a gente não sabe (ou finge não saber) o porquê do desinteresse abrupto do secretário de (des)governo pela CPI do HPC.

Como fingimos também não saber o esquecimento de parte da midia sobre o assunto, que aliás, ficou restrito quase a questão dos repasses(sempre o maldito dinheiro) que, inclusive, em surto de absoluta falta de modéstia, mas surpreendente sinceridade no que pensam sobre si mesmos, disseram ter feito acontecer.

Mas, afinal, e as suspeitas de irregularidades ?

Que o governo já tenham banalizado denúncias contra seus desafetos como ferramenta política eu compreendo.
Mas que os arautos da Democracia, sob forma do ofício "responsável" e "ético" de" bem informar seu público" tenham esquecido de ir a fundo nas notícias de irregularidades que veiculou fica parecendo a boa e velha chantagem e de redação com a cafetinagem de interesses, ou não?

Quantas lições nos ensinam, não?

Nenhum comentário: