segunda-feira, 15 de agosto de 2011

'Tá explicado.

Curiosa a entrevista da secretária de educação da país cor de rosa. O episódio se dá agora, no programa chapa branca, página virada.
Desnecessário dizer que está ali para fazer propaganda, e não debater a realidade da educação e seus níveis subsaarianos, embora pilote um orçamento milionário.

O mais assustador foi a total falta de respeito a categoria dos servidores da Educação, pois vejam:

O plano de cargos e salários, de acordo com a professora-secretária, foi realizado a partir das "conversas" no corredor da SMEC. Ou seja, na base da fofoca de sala de espera.

Mas o pior ainda estava por vir, e veio: O plano de cargos e o plano municipal de saúde foi realizado com a "cara da prefeita".

Ora, e o diálogo institucional com os servidores e seus representantes?

Pois é, depois disso, nada mais a dizer.

É possível que mantenhamos o respeito a pessoa da secretária, sempre tão afável, mas não dá para ter nenhuma consideração com sua gestão!

Depois de passar pela SMEC, a mando dos seus chefes da lapa, a professora deveria se envergonhar de algum dia ter frequentado uma sala de aula.

Lastimável!

Nenhum comentário: