quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Só para não esquecer.

Será que  nosso valoroso MP/RJ se movimentou para instruir algum inquérito civil público para apurar o enriquecimento ilícito, sem prejuízo das apurações criminais que houver em sede policial, cometido pela empresa de águas e esgoto da cidade, que cobra pelo tratamento de esgoto, mas não o fornece a totalidade dos domicílios?

É só um detalhe, mas sabemos todos que aí é que o diabo mora.

Em tempo: Já há decisão do TJ/RJ tratando do tema, conforme você pode ler no blog do nobre causídico Maxsuel Monteiro de Barros nesse texto aqui.

Confira também outra abordagem detalhada do mesmo tema, no blog do Cléber Tinoco.

4 comentários:

Cleber Tinoco disse...

Prezado Douglas,


Também já abordei o tema lá no Campos em Debate: http://clebertinoco.blogspot.com/2011/03/ilegalidade-na-cobranca-de-tarifa-de.html

douglas da mata disse...

Muito me honra estar em companhia de renomado especialista no assunto.

É claro que no caso de sua postagem, as informações são tratadas de forma muito melhor.

Um abraço.

Anônimo disse...

Por força da nossa democracia devemos acreditar.

Como em toda instituição,exisem sim problemas. Mas para mim particularmente o nosso MP de Campos, merece todo respeito eles vão mostrar a sociedade que são éticos e de moral ilibada.

Anônimo disse...

A empresa Águas do Paraíba possui forte blindagem nos três poderes Executivo (Prefeitura de Campos), Legislativo (Câmara de Vereadores de Campos) e Judiciário (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro).
A empresa também possui forte blindagem na mídia campista.