quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Agenda da planície!

Quarteto Regra-Três apresenta-se dia 14/08, às 17:30, em Bom Jesus do Itabapoana-RJ, na Tenda Cultural do Parque de Exposições da Cavil, na 51ª ExpoCavil (Festa de Agosto de Bom Jesus do Itabapoana) ! Além do Quarteto Regra-Três, se apresenta no mesmo dia e local o cantor Zé Renato.



A Formação

Atualmente o grupo apresenta-se com:



Raphaël Mello – Clarinete e Clarone

Daniel Bellieny - Bandolim

Fabiano Artiles - Violão

Victor Morete – Pandeiro e Percussão








O Projeto

A iniciativa nasceu em 2004 com o intuito de estabelecer um conjunto voltado para a pesquisa, estudo e divulgação do Choro em Campos-RJ. Em nossa primeira formação, figuravam: Fabiano Artiles, Daniel Bellieny e Thiago Granato (ainda no formato de trio). Nesses 7 anos o conjunto acumula várias apresentações em eventos importantes dentro e fora da cidade, como a participação no programa "Música e Músicos do Brasil" na Rádio MEC-FM, o Festival Cultural Benedicto Lacerda em Macaé-RJ (Edições 2009 e 2011) e o Projeto Resgate da Memória Sonora de Campos-RJ. Também já se apresentou nos teatros do SESI Macaé-RJ e SESI Campos-RJ, além de participar do projeto “Vou atrás Choro...” do SESC Campos-RJ. Em 2011 esteve presente na pré-inauguração e na inauguração do Boulevard Shopping Campos (o maior Shopping da região), onde levou o Choro ao grande público das 10:00 às 22:00. Ainda em 2011, esteve no 1º Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal (Bom Jesus do Itabapoana-RJ).

A Proposta

O objetivo inicial do Regra-Três é promover e divulgar o Choro na cidade, que ainda se mostra carente de músicos envolvidos na pesquisa do gênero. Exatamente por isso, o grupo tem, como uma de suas principais características, o compromisso de estudo e aprofundamento nos assuntos referentes ao Choro.

O Repertório

O resultado dessa pesquisa, não só histórica, mas, de repertório, resulta numa seleção de músicas sempre muito cuidadosa e, invariavelmente, fugindo ao lugar comum.

O acervo é constantemente ampliado por diversas fontes: seja por aquisição de cadernos de partituras, ou por contato direto com músicos (especializados em Choro) do Rio de Janeiro, ou por outras diversas fontes.

Por isso o repertório apresenta-se sempre muito rico não só pela variedade de peças existentes no acervo, mas, também, pelo empenho do grupo em fazer arranjos próprios p/ a apresentação dessas.




2 comentários:

Anônimo disse...

Gratos pela Divulgação. E parabéns pelo Blog !

Quarteto Regra-Três

douglas da mata disse...

Conte com o blog.