segunda-feira, 4 de julho de 2011

Quando brigam as comadres, sabemos as verdades 2.

Essa disputa na Justiça pelo que não existe, ou seja, um típico processo kafkaniano da Praga da planície, onde empresas de ônibus sem qualquer vínculo de concessão licitada disputam a primazia do prestar o serviço, e de receber os generoso$ favores oficiais, vai acabar por revelar muito mais que desejam contar as autoridades municipais que escondem as informações públicas como segredo de alcova.

Aguardemos.

Nenhum comentário: