sexta-feira, 15 de julho de 2011

Mais e mais dúvidas.

Aparentemente, não há óbice legal em manter contrato de locação de veículos com uma empresa que mantém vínculo com a prefeitura a qual sua esposa é prefeita.


Mas o relacionamento entre essa empresa e a prefeitura, realçado pelo incidente recente, onde o filho da prefeita foi flagrado na posse de um veículo dessa mesma empresa GEORGE A.P. DA SILVA, suscita algumas dúvidas.

Deixamos claro que cabe a mesa diretora da Câmara apurar a comprovação dos gastos apresentados pelo deputado em sua prestação de contas das ajudas de custo e verbas auxiliares ao exercício do mandato.

Mas algum órgão curioso bem que poderia apurar qual é (ou são) o(s) veículo(s) que serve(m) ao deputado, e saber se, na verdade, esse(s) carro(s) estaria(m) vinculado(s) também a PMCG, o que caracterizaria uma dupla fraude. A empresa receberia de um lado, a Câmara Federal, e pela prefeitura, e pior, esses veículos poderiam estar a serviço de particulares, alheios ao mandato parlamentar, e ou do serviço público municipal.

Não se trata de uma suspeita infundada, na medida que a empresa e o poder local já deram mostras suficientes de atitudes estranhas.

Isso sem mencionar o escândalo que é o valor do contrato de locação das ambulâncias, como já provou o blog Campos em Debate, do blogueiro advogado Cléber Tinoco.

Leia os detalhes no blog Estou procurando o que fazer, que por sua vez, reproduziu do blog do Fernando Leite.

2 comentários:

Ana Paula disse...

o video mostra exatamente o outro lado da historia, o sofrimento dos moradores q por anos trabalharam naquela terra tomada pr pessoas que querem lucro e que nao pensam na vida alheia.

douglas da mata disse...

Ana, acho que seu comentário se refere ao "narradores".

Receba os parabéns desse blogueiro. Me conforta saber que pode haver uma geração de jornalistas que possam merecer esse nome.

Um abraço.