segunda-feira, 20 de junho de 2011

A dor privada com dinheiro público!

Aos familiares, nosso respeito pela dor das perdas e o respeito das pessoas, embora as tragédias não sejam exclusividade de quem tem dinheiro ou poder, embora a mídia trate como tal.

Que o aparato público seja utilizado nas buscas aos corpos, está previsto na Lei, e no bom senso.

Mas o que dizer de translado de corpo em avião da FAB?

Todos sabemos que não se trata de uma emergência ou falta de recursos por parte da família da namorada do filho do governador do Rio, a julgar pelas companhias nas quais sofreu a fatal incidente.

Logo, é só o bom e velho costume de se utilizar das facilidades públicas para resolver problemas privados. A FAB só deve realizar tais translados em casos extremos (pessoas hipossuficientes, mortes no exterior, em condições específicas, ou locais de difícil acesso, etc) ou quando se tratarem de autoridades.

Namorada de filho não é autoridade, nem tem direitos distintos em relação aos contribuintes.

Um comentário:

Branca disse...

É UM ABSURDO O QUE ESSES GOVERNOS POPULISTAS FAZEM COM AS NOSSAS FORÇAS ARMADAS. USARAM O AVIÃO DA FAB PARA TRANSPORTAR ESTA MENINA QUE É RICA E QUE A FAMÍLIA TERIA CONDIÇÕES DE PAGAR O TRANSLADO....ISSO É UMA POUCA VERGONHA!
Comentário deixado na pag do jornal Extra.